5 lugares para comer com menos de R$ 15 no Centro de Porto Alegre - Informações sobre finanças, guias e outras utilidades no Diário Gaúcho

Bom e barato19/09/2016 | 16h53Atualizada em 19/09/2016 | 20h28

5 lugares para comer com menos de R$ 15 no Centro de Porto Alegre

O Diário Gaúcho experimentou do lanche ao almoço equilibrado para matar a fome sem doer muito no bolso

5 lugares para comer com menos de R$ 15 no Centro de Porto Alegre Fernando Gomes/Agencia RBS
Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Em tempo de economia sombria, só se fala em cortar gastos. Mas quando se chega à alimentação, complica. Parar de comer não dá. Para quem trabalha fora, então, o gasto pode pesar no final do mês. Pensando nisso, o Diário Gaúcho foi ao Centro da Capital, para procurar e provar "barbadas" de refeição por até R$ 15 (com bebida incluída). 

Leia mais:
Como começar a poupar e criar uma reserva para imprevistos
5 canais do YouTube que ajudam você a aprender a cozinhar

Dentro desse valor se vai do cachorro-quente ao almoço com salada e arroz integral. Foram experimentadas cinco opções em diferentes estabelecimentos – devidamente instalados e regulares – que são apenas uma amostra da variedade que existe. Nenhuma das refeições fica devendo em sabor e saciedade, dentro da sua característica.


Prato feito sob medida: R$ 14, já com bebida

Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

O prato do dia na entrada do Restaurante e Lancheria Sapore, na Rua José Montaury, é de chamar a atenção. Frango assado, massa, arroz, feijão e salada por R$ 10,50. Com uma latinha de refrigerante, o total fica em R$ 14. Em cerca de cinco minutos, o almoço está chegando à mesa. 

A arroz macio faz boa parceria ao frango bem assado e a massa no ponto certo. Para os proprietários, garantir esse preço tem sido uma luta.

– Sinceramente, mais barato que isso, só se pessoa trouxer de casa. Ainda assim, caiu muito o movimento – diz Juarez Broch, 65 anos, que ajuda o filho Mateus no negócio.


Opção para equilibrar a dieta: R$ 14, com copo de suco

Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Muita gente acha que a comida saudável é mais cara. Uma caminhada pelo Centro de Capital revela que é mito. Se for dada a opção do cliente montar o prato, poderá fazer uma refeição equilibrada. 

É o que acontece no Restaurante Alpes, na Rua dos Andradas, número 845. Oferece aos clientes buffet livre com copo de suco ou refrigerante por R$ 14. O DG optou por arroz integral, feijão, alface, repolho, tomate e um pedaço de chuleta (mas havia a opção de frango) e suco natural de abacaxi. 

Tudo muito bem preparado _ arroz integral no ponto, feijão bem temperado, sem excessos, verduras e legume frescos e carne macia.


Recheio que se garante: R$ 12, pastel mais refrigerante

Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

O médico veterinário Luiz Fernando Goulart Terres, 66 anos, almoça todos os dias no Centro, mais especificamente no Mercado Público. E, de vez em quando, uma das opções é o pastel do Bar Chopp 26.

– O recheio é generoso, sim. Tens de provar o de charque com queijo – aconselha ele.

O DG escolheu a opção dentro do orçamento, o pastel de carne e queijo, de R$ 8, mais um refrigerante de R$ 4, totalizando a refeição em R$ 12. No sabor, nada a dever. Tudo feito na hora, quente o suficiente para obrigar o cliente a esperar um pouco para esfriar.


Um "xis" que atravessa crises: R$ 8,50, já com refrigerante

Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

O popular "xis" é um dos reis da alimentação. Lair José Rempel, 55 anos, está há 38 anos na banca 35 do abrigo do Chalé da Praça XV, e sabe o valor do prato.

– Posso dizer que já passei por todas as crises. Mas temos muitos clientes, graças a Deus. O segredo é comprar bem os produtos – diz ele.

O Xis Carne da Rempel custa R$ 5. Mais uma latinha de refrigerante, a R$ 3,50, e a refeição está completa por R$ 8,50. Para quem gosta, o pão chega torradinho e crocante. A alface, o tomate, o queijo, a maionese e um molho especial reforçam o recheio e dão sabor e consistência.


Cachorro-quente generoso: R$ 7,50 com refrigerante lata

Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS

Uma refeição que encontra fãs cativos é o cachorro-quente completo: com milho verde, ervilhas, batata-palha, maionese, catchup e mostarda. Essa é o que oferece o Minimercado Andradas, na mesma via, número 695. E o combo, com refrigerante lata, sai por R$ 7,50. 

O pão novinho fica perfeito com as salsichas e os ingredientes casados com experiência. Além de comer no local, muitos levam para comer em casa ou no trabalho próximo. 

– Damos uma cartela de fidelidade para o cliente. Quando fechar a compra de dez cachorros-quentes, um é de graça. E como é bem feito, o pessoal volta – diz a proprietária, Clarice Salvagni, 50 anos.


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • Bibii_brm7

    Bibii_brm7

    BiancaRT @ou_antonio: Em 5 dias, em 2 capas, o Diário Gaúcho resumiu o ano perfeito para nós gremistas https://t.co/AlFaJPCbithá 41 minutosRetweet
  • SouDiabolico

    SouDiabolico

    Eden HazardMinha fase está tão critica que eu estou pensando em seriamente me inscrever no Clube Dos Corações Solitários do Diario Gauchohá 49 minutosRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros