O que você precisa saber para acompanhar a procissão do Morro da Cruz, em Porto Alegre - Informações sobre finanças, guias e outras utilidades no Diário Gaúcho

Versão mobile

Zona Leste13/04/2017 | 15h57Atualizada em 13/04/2017 | 16h28

O que você precisa saber para acompanhar a procissão do Morro da Cruz, em Porto Alegre

Procissão deve reunir 30 mil fiéis na Zona Leste da Capital nesta Sexta-feira Santa

O que você precisa saber para acompanhar a procissão do Morro da Cruz, em Porto Alegre Lauro Alves/Agencia RBS
Santuário ¿ Paróquia São José do Murialdo Foto: Lauro Alves / Agencia RBS

A procissão do Morro da Cruz marca a Sexta-feira Santa em Porto Alegre. A encenação da Paixão de Cristo no Morro da Cruz volta a ser realizada nesta sexta-feira, a partir das 14h30min, no Santuário – Paróquia São José do Murialdo, no Bairro Partenon. O evento está em sua 58ª edição. O caminho, de 1,5 km, não intimida pela distância, mas pela tortuosa jornada da subida do morro, íngreme e cheia de desafios. 

Leia mais sobre a Páscoa
Feriadão de Páscoa: confira o que abre e o que fecha em Porto Alegre 
Veja como vai ser o trânsito no feriadão da Páscoa nas principais rodovias do Estado

A procissão segue pelas ruas Primeiro de Março e Santo Alfredo até o topo do Morro da Cruz. O palco da última encenação começou a ser preparado na manhã desta quinta-feira, na quadra atrás do Mirante, no alto do Morro da Cruz, com o fechamento de algumas ruas – elas devem ficar bloqueadas seguir até as 19h30min de sexta.

A previsão do tempo para sexta-feira, de acordo com a Somar Meteorologia, é de céu claro, sem chance de chuva. A mínima deve ser de 14ºC e a máxima, de 25ºC. Não se esqueça, portanto, de passar protetor solar e de levar água. Não há muitas sombras no caminho. 

São esperados 30 mil fiéis na procissão que conta os últimos dias na vida de Jesus de Nazaré e envolve 40 artistas profissionais e, pelo menos, cem figurantes da comunidade. 

Veja o caminho da procissão no vídeo abaixo:

Tema: o espetáculo neste ano segue a Campanha da Fraternidade, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil: meio ambiente. 

O que você precisa saber sobre a 58ª via-sacra do Morro da Cruz
- Quando: sexta-feira, dia 14, a partir das 14h30min
- Onde: Santuário – Paróquia São José do Murialdo (esquina das ruas Vidal de Negreiros e Primeiro de Março) até o topo do Morro da Cruz, na Travessa São João
- Programação
14h30min:
mensagem da Paixão (Santuário – Paróquia São José do Murialdo)
15h30min: bênção da macela e início da encenação em frente ao santuário
16h30min: início da subida da Rua Santo Alfredo em direção ao alto do Morro da Cruz
18h: encerramento com a crucificação e ressurreição

Ida de ônibus
- Santa Maria (344):
no sentido Centro-Bairro, desça na parada da Rua Vidal de Negreiros, a primeira à esquerda depois da Puc-RS. Siga reto em direção ao bairro por 500m e chegará ao santuário.
- Santa Maria (344): no sentido Bairro-Centro, o trajeto estará desviado. A parada mais próxima da procissão é na Rua Santa Maria, na esquina com a Rua Saldanha da Gama. Siga na Rua Santa Maria, vire à direita na Rua Saldanha da Gama e, depois, à esquerda, na Rua Vidal de Negreiros. Siga reto até o santuário. É uma caminhada de 400m.
- T9: desça no fim da linha, na Rua Albion, em frente à Carris, e siga em direção à Avenida Bento Gonçalves por 450m. Vire à direita e siga por 260m, vire à esquerda na Rua Vidal de Negreiros. Ande por mais duas quadras até o santuário. O caminho é de 1,2 km.
- Outras linhas de ônibus e lotação via Avenida Bento Gonçalves: desça na Estação Cristiano Fischer, que é a rua ao lado da Puc-RS, siga 350m até a Avenida Bento Gonçalves, vire à esquerda, siga por 100m e vire à direita na Rua Vidal de Negreiros. A partir daí, siga reto por 500m. O caminho é de cerca de 1 km.

Onde estacionar
Há poucas vagas para estacionar na Rua Primeiro de Março, que fica nas proximidades da paróquia.

Cuidados no trajeto
A reportagem fez o caminho nesta semana e conta quais são os desafios do trajeto:
- O itinerário abrange as ruas 1º de Março (a partir da Vidal de Negreiros) e Santo Alfredo até o Morro da Cruz. Durante o percurso, os bloqueios serão totais nessas vias.
- Pessoas com dificuldade de locomoção podem encontrar muitos desafios pelo caminho. Há uma escadaria na esquina das ruas 26 de Dezembro e Santo Alfredo sem rampa.
- As ruas se dividem entre pequenos trechos asfaltados e pedras. É necessário ter atenção para não tropeçar.
- Não tem como seguir de carro, moto ou bicicleta no trajeto da procissão.
- Quem quiser acompanhar somente o final da encenação, no topo do Morro da Cruz, o caminho possível é o seguinte: subir a Rua Santa Maria, entrar na Rua 26 de Dezembro, depois, na Rua 1º de Setembro e chegar na Travessa São João.
- Vá de roupas leves e frescas. Leve água para se hidratar.
- É importante ir de tênis, para ajudar na subida, e não se esqueça do protetor solar.
- O trajeto não é longo, mas lembre-se de que é lomba acima.

Produção: Camilla Pereira



 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • diario_av

    diario_av

    Diário do Alto ValeSaletenses competirão no Dia do Desafio com os moradores de Paulo Bento. https://t.co/MPtDT2GKIdhá 33 minutosRetweet
  • diario_av

    diario_av

    Diário do Alto ValeSalete disputará desafio com município gaúcho. https://t.co/c1MO854LdA https://t.co/zXmYfIqhOqhá 33 minutosRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros