Dicas para economizar na conta de luz no inverno - Informações sobre finanças, guias e outras utilidades no Diário Gaúcho

Seu bolso22/06/2017 | 20h00Atualizada em 26/06/2017 | 16h35

Dicas para economizar na conta de luz no inverno

A conta de luz está pesando nestes dias mais frios? Tem como driblar este aumento

Prepare o bolso porque o inverno chegou. E ele será muito frio, conforme a previsão da Somar Meteorologia. Será uma estação para escolher entre viver quentinho e abrir a mão para a conta de energia elétrica ou deixar de lado alguns confortos para economizar. 

Leia mais
Já conferiu se você tem direito ao Abono Salarial 2015?
PUC-RS e Procon promovem mutirão de renegociação de dívidas

Os aparelhos que trazem conforto extra nos dias de frio também são os que mais costumam pesar na conta de luz no final do mês, como aquecedor, ar-condicionado e chuveiro elétrico. 

– Ao comprar equipamentos novos, sempre procure os selos de segurança do Inmetro para garantir a máxima qualidade e eficiência elétrica – aconselha Odilon Francisco Pavón Duarte, coordenador do Laboratório de Eficiência Energética da Puc-RS e professor da Faculdade de Engenharia Elétrica na universidade.

A economia nessa época não é impossível. Confira algumas dicas para chegar lá:

Economia no chuveiro elétrico
- Em dias de alta variação térmica, aproveite o calorzinho para mudar a posição das estações do chuveiro para o verão. Lembre-se sempre: para chuveiros com várias graduações, use a mais adequada para aquele dia.
- Para esquentar o banheiro antes do banho, abandone a prática de ligar o chuveiro antes de entrar. É mais eficiente e gasta menos ligar uma estufa elétrica para aquecer o ambiente.
- Diminuir o tempo do banho ajuda a diminuir também a conta da luz. 

Foto: Jessé Giotti / Agencia RBS

Economia no ar-condicionado
- Para aquecer um ambiente, use a opção inverno no ar-condicionado. É mais eficiente do que estufas elétricas ou a óleo, por exemplo, porque esquenta mais rápido e gasta menos energia, independentemente de ser um modelo um pouco mais antigo.
- A temperatura ideal para os modelos split no inverno é entre 21ºC e 23ºC. Para cada grau que é reduzido no split, há uma economia de 6% a 7% no consumo de energia elétrica.

Foto: Adriana Franciosi / Agencia RBS

Economia na estufa elétrica
- Ao comprar uma estufa nova, prefira as que têm ventiladores na parte traseira. Este modelo gasta menos energia e aquece mais.
- Mantenha os ambientes fechados, para evitar a infiltração de ar frio. Frestas expressivas nas janelas mudam muito a temperatura e dificultam a circulação do ar. O processo ideal é, com o cômodo todo fechado, ligar a estufa, deixá-la acionada até encontrar uma temperatura de conforto e desligar. 
- Evite deixar as estufas ligadas durante a noite toda. Além de deixarem o ambiente seco, gastam muita energia. 

Foto: Marco Favero / Agencia RBS

Economia no lençol térmico
- O ideal é esquentar a cama antes de dormir e evitar passar a noite inteira com ele ligado. Com a cama aquecida, o próprio corpo conserva o calor.
- Se for dormir com o lençol ligado, coloque na potência mínima.

Foto: Robinson Estrásulas / Agencia RBS

Economia na iluminação
- Troque as lâmpadas incandescentes e fluorescentes por lâmpadas de LED. Elas são mais caras na hora da compra, mas acabam se pagando em economia ao longo do tempo.
- Aproveite a iluminação natural durante o dia.

Foto: Reprodução / The Knot

Economia na geladeira
- É interessante buscar no manual de instruções qual é a temperatura exata para o uso da geladeira no inverno. Como está mais frio no entorno, não é necessário estar tão frio dentro da geladeira.
- Teste a vedação das borrachas para evitar gastos desnecessários com energia. Para isso, abra a geladeira, coloque uma folha de papel entre a borda e a porta e feche. Se o papel sair com facilidade, é preciso trocar a borracha.
- Evite guardar alimentos quentes porque eles exigem mais da geladeira e consomem mais energia.
- Não seque roupas atrás da geladeira. 

Foto: divulgação / Divulgação

Economia na secadora e na máquina de lavar roupas
- Use-as sempre em capacidade máxima para poupar energia. 
- Selecione sempre o mesmo tipo de tecidos para secar. Manter os tecidos iguais garante que eles sequem ao mesmo tempo.
- Atenção à dosagem de sabão em pó. Mais do que o necessário aumenta a quantidade de enxagues, gastando mais água e energia.
- Sempre que possível, lave as roupas em água fria. A resistência que esquenta a água na máquina gasta muito mais do que a própria operação da máquina. Ao lavar com água quente, o gasto de energia é mais do que o dobro do que com água fria.

Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

Produção: Camilla Pereira

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • diario_gaucho

    diario_gaucho

    Diário Gaúcho#dgajudavocê Três linhas de ônibus de Porto Alegre terão alterações em domingos e feriados https://t.co/M7GWE0nT7V https://t.co/GHYNdCE0Avhá 13 minutosRetweet
  • diario_gaucho

    diario_gaucho

    Diário Gaúchohttps://t.co/NBdLRnID9Fhá 23 minutosRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros