Com o preço da gasolina nas alturas, veja dicas para economizar combustível - Informações sobre finanças, guias e outras utilidades no Diário Gaúcho

Seu bolso21/07/2017 | 11h18Atualizada em 21/07/2017 | 11h20

Com o preço da gasolina nas alturas, veja dicas para economizar combustível

Combinadas, as práticas podem favorecer uma economia de até 30% 

Com o preço da gasolina nas alturas, veja dicas para economizar combustível Patrick Rodrigues/Agencia RBS
Foto: Patrick Rodrigues / Agencia RBS

Com o aumento da gasolina nesta sexta-feira (21), vale dar uma olhada na reportagem da seção Caranga & Cia, do Diário Gaúcho, com dicas para economizar na gasolina. Segundo o chefe de mecânica da Capital Rodrigo de Araújo Bittencourt, todas combinadas podem representar economia de até 30% na hora de abastecer o seu veículo. É um valor que merece ser considerado e pode ser alcançado apenas mudando hábitos na hora de dirigir e cuidar do veículo. 

Leia mais
Meirelles afirma que aumento de imposto é "para beneficiar bolso do cidadão"
Sim, você vai pagar o pato
Após anúncio do governo, já há gasolina a R$ 4,17 em postos de Porto Alegre 

1 - Calibre os pneus
Parece detalhe, mas rodar com os pneus calibrados é essencial para economizar combustível. Ideal é fazer a conferência uma vez a cada 15 dias, pelo menos. Quanto mais murcho, maior será a área de atrito da borracha com o solo e, por consequência, o motor tem de trabalhar mais para garantir a aceleração.

O comum, em carros, é colocar entre 28 e 32 libras. Confira o número exato no manual do seu veículo. E lembre-se: na hora de comprar um carro ou um jogo de rodas, quanto maior o aro, maior será o gasto.

2 - Aproveite a marcha
A combinação correta entre acelerar e manejar o câmbio garante uma diferença considerável no final do mês. É notório que "esticar as marchas" (fazer as mudanças só quando o motor ronca alto) faz o combustível evaporar rápido. Mas o contrário também é sinônimo de prejuízo. É preciso aproveitar as marchas. Passá-las apressadamente exige pisadas mais fortes.

O correto é verificar o contagiros. Na cidade, o ideal é ficar entre 2 mil e 2,5 mil rotações por minuto (RPM). Na estrada, a 80km/h, é possível ficar entre 3 mil e 3,5 mil RPMs.

3 - Saiba usar o ar-condicionado
Ele é vilão quando o assunto é gasto de combustível. O ideal é usar o ar na estrada e vidro aberto (quando não estiver mais tão frio!) na cidade porque manter a janela aberta em viagens é ruim, pois o ar que entra funciona como freio. É aerodinâmico: precisa-se acelerar mais para compensar a pressão.

Na cidade, vale optar pela ventilação natural em função do para e arranca. Nesse caso, a refrigeração mecânica fará o consumo aumentar. 

Seu carro não tem ar? Então, na estrada, abra as janelas o mínimo possível.

4 - Limpe o bagageiro
Carro que anda com um passageiro gasta menos do que um cheio de gente. Isso é básico. Mas quem anda com porta-malas com carga desnecessária estará dando carona para o prejuízo. O carro pesado exige mais do motor, além de favorecer a descalibragem dos pneus.

5 - Faça revisão
Calibrar os pneus, esvaziar o bagageiro, usar ou não o ar e trocar as marchas na hora certa dependem do motorista. Mas cuidar do motor é coisa para especialista. Por isso, levar o veículo a uma oficina é fundamental, pelo menos uma vez por ano. O segredo está no bom estado das velas e dos filtros do motor.

Além da dica acima, Rodrigo dá um conselho:

– Prefira gasolina aditivada. A comum não evita danificar as peças essenciais do motor. A diferença de preço é compensada pela economia no consumo e na longa vida do motor.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros