Últimos dias para saque das contas inativas do FGTS - Informações sobre finanças, guias e outras utilidades no Diário Gaúcho

Já tirou seu dinheiro?17/07/2017 | 16h30Atualizada em 18/07/2017 | 04h02

Últimos dias para saque das contas inativas do FGTS

Data final para retirar o dinheiro é 31 de julho.

Últimos dias para saque das contas inativas do FGTS Omar Freitas/Agencia RBS
Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

Nesta terça-feira (18), faltam dez dias úteis para o fim do prazo de saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O último dia é 31 de julho e, conforme a assessoria da Caixa Federal, que administra o Fundo, não devem ocorrer mais atendimentos aos sábados, como aconteceu no início de cada fase. De acordo com a Lei 13.446, que liberou o saque, podem retirar o dinheiro os trabalhadores que pediram demissão ou que foram demitidos por justa causa até 31 de dezembro de 2015, estando ou não fora do regime do FGTS. Divididas em fases conforme o mês de nascimento, a última etapa dos saques já está liberada. Portanto, nascidos em qualquer mês têm direito.

Leia mais
Linha mais barata para compra de imóveis será retomada no próximo ano
Reforma trabalhista: confira a nova forma de demissão que foi criada

A Caixa Federal destaca que pagou mais de R$ 41,8 bilhões para 24,8 milhões trabalhadores beneficiados pela Lei 13.446. O valor, atualizado em 12 de julho, equivale a 96% do total disponível para saque (R$ 43,6 bilhões). Os recursos superaram a previsão inicial do banco de R$ 35 bilhões. No Rio Grande do Sul, mais de 1,6 milhão de trabalhadores já sacaram os recursos disponíveis nas contas inativas. O valor injetado na economia chegou a R$ 2,5 bilhões.

Quem perder o prazo só poderá sacar o valor das contas inativas quando se aposentar, comprar moradia própria ou se encaixar em alguma outra possibilidade prevista nas regras do FGTS.

Como fazer

- Valores até R$ 1,5 mil podem ser sacados no autoatendimento, somente com a senha do Cartão Cidadão.
- Para valores até R$ 3 mil, o saque pode ser realizado com o Cartão do Cidadão e senha no autoatendimento, lotéricas e correspondentes Caixa.
- Acima de R$ 3 mil, os saques devem ser feitos nas agências Caixa. Os trabalhadores devem sempre ter em mãos o documento de identificação e Carteira de Trabalho ou outro documento que comprove a rescisão de seu contrato.
- Para valores acima R$ 10 mil, é obrigatória a apresentação de tais documentos.

Para saber se você tem valores de contas inativas a receber, acesse o site das contas inativas. Por telefone, é possível ligar no 0800-726-2017 para se informar.

Clientes da Caixa
- Os que têm poupança individual recebem automaticamente o dinheiro na conta no primeiro dia do calendário referente ao mês de nascimento.
- Somente nesses casos, o beneficiário terá até 31 de agosto para transferir o dinheiro dessa poupança para a conta de outro banco sem taxas.
- Os demais clientes, com contas correntes e poupança conjunta, precisam solicitar o depósito se não desejarem sacar o dinheiro.
- Não haverá cobrança de taxas para essa operação.

Outros bancos
- A transferência de recursos de contas inativas do FGTS da Caixa Federal para outros bancos pode ser feita sem cobrança de taxas, a pedido do trabalhador.
- O beneficiário deve ir a uma agência da Caixa para realizar a operação de transferência — DOC ou TED — para conta de outros bancos.

O que fazer em caso de fraude

Foram registradas prisões por fraude no saque das contas inativas. Quadrilhas criavam sites falsos que as pessoas confundiam com o endereço da Caixa e acabavam repassando informações pessoais para os criminosos. De posse dos dados, sacavam os valores nas agências sem que o trabalhador soubesse.

Em nota, a Caixa faz o alerta para que as pessoas evitem este tipo de crime: "A Caixa não envia e-mails sobre o saque das contas inativas. Para informações confiáveis, acesse o site do banco ou o perfil oficial da Caixa nas redes sociais. Também estão disponíveis o telefone 0800-726-2017 e o aplicativo para celulares FGTS Caixa".

Se notar alguma coisa errada na sua conta, a orientação do banco é ir até a agência, com documento de identificação e carteira de trabalho (ou outro documento que comprove término do vínculo trabalhista).

Dicas de segurança
Se você optar por sair do banco com o dinheiro, tome estes cuidados:
- Desconfie de pessoas que observam muito e que não respeitam a distância na fila do saque.
- Não empreste o cartão nem forneça sua senha a estranhos.
- Não aceite nem peça ajuda de estranhos.
- Cuide quem está ao seu redor e sempre procure os atendentes do banco em caso de dúvida.
- Agências localizadas em áreas movimentadas devem ser priorizadas.
- Nunca conte dinheiro em público. Se houver necessidade disso, faça em local reservado da agência.
- Não comente com estranhos sobre a operação que realizou ou realizará.
- Procure ir ao banco sempre acompanhado.

Fontes: capitão da BM Djan Carlos de Souza Fagundes e Federação Brasileira de Bancos

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros