Dicas para abrir um negócio sem ter dinheiro na mão - Informações sobre finanças, guias e outras utilidades no Diário Gaúcho

Teu Bolso06/09/2017 | 16h15Atualizada em 06/09/2017 | 16h52

Dicas para abrir um negócio sem ter dinheiro na mão

Com criatividade e respeito ao cliente, é possível fazer um novo negócio decolar

Dicas para abrir um negócio sem ter dinheiro na mão Marcelo Casagrande/Agencia RBS
Foto: Marcelo Casagrande / Agencia RBS

O sonho de abrir a própria empresa costuma esbarrar na falta de dinheiro para investir em uma sede, treinar funcionários e tocar a publicidade. Mas há uma boa notícia: com criatividade e respeito ao cliente, é possível fazer um novo negócio decolar, garante Vinícius Lima, especialista em empreendedorismo voltado às pessoas de baixa renda e gerente da Besouro, Agência de Fomento Social. 

Leia também
Crise impulsiona abertura de novos negócios

Programas do governo podem perdoar dívidas de R$ 78 bilhões
Guia de microfranquia para quem quer começar a empreender

Qual a solução para quem tem vontade de empreender, mas não pode montar a sede própria?
Optar por um serviço que não exija um espaço físico, pelo menos, no início. Se o produto ou serviço puder ser realizado na própria casa e entregue diretamente ao cliente ou executado na casa dele, o negócio poderá começar a andar. Ofícios como manicure, eletricista, encanador, personal trainer e coach são exemplos de pequenos empreendimentos que dispensam grandes investimentos em um espaço físico.

Como divulgar o produto sem ter dinheiro?
A ferramenta perfeita para quem quer começar a investir em marketing, mas não tem grana sobrando é o WhatsApp, que possibilita uma comunicação direta e personalizada. Utilizando a ferramenta "lista de transmissão" para comunicar sobre serviços, novidades e promoções, por exemplo. Quem seleciona 20 amigos próximos e envia a mensagem pode ter certeza de que ao menos um serviço irá vender. 

Qual o segredo para se diferenciar da concorrência em tempos de vacas magras?
O relacionamento com o cliente é imprescindível. No início, talvez o empreendedor não tenha trabalho nem dinheiro, e os custos vão aumentando, então, o cliente é a única coisa que terá para se agarrar. Parou um cliente na tua frente? Tem que oferecer o melhor tratamento para ele. Cultivar da melhor forma porque, se perder esse, talvez não tenha mais nenhum. O cliente é o revendedor, pois te ajuda a vender o serviço através do famoso boca a boca.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros