Contas inativas do FGTS: veja quem ainda pode retirar o dinheiro - Informações sobre finanças, guias e outras utilidades no Diário Gaúcho

Fundo de Garantia01/11/2017 | 10h02Atualizada em 01/11/2017 | 10h02

Contas inativas do FGTS: veja quem ainda pode retirar o dinheiro

Uma parte dos trabalhadores ganhou prazo que vai até o fim de 2018

Contas inativas do FGTS: veja quem ainda pode retirar o dinheiro Omar Freitas/Agencia RBS
Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

O saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) terminou para a maioria dos brasileiros em 31 de julho. Mas fique atento: para uma parcela de trabalhadores, o prazo para retirar o dinheiro foi esticado até 31 de dezembro de 2018. A prorrogação vale somente para quem teve doença ou esteve recluso em regime fechado durante o período de saque, ficando impedido de ir às agências.

O pedido deve ser feito nas agências da Caixa Federal. Nos casos de doença, a comprovação deverá ser feita por meio da apresentação de atestado médico que justifique a impossibilidade de comparecimento do titular da conta do FGTS durante o período de saque.

Leia mais
Saque do FGTS deve ganhar nova modalidade
Uso do FGTS para pagar financiamento estudantil pode liberar R$ 70 bilhões
Caixa finaliza pagamento do lucro do FGTS para 88 milhões de trabalhadores

Para os casos de prisão em regime fechado, deverá ser apresentada a certidão em nome do titular da conta do FGTS obtida junto à Vara de Execução Penal, Vara de Execução Criminal, juízo responsável pelo decreto da prisão ou pela autoridade da unidade prisional.  

Caixa pagou mais de R$ 41 bilhões

De acordo com a Lei 13.446, que liberou o saque das contas inativas, podem retirar o dinheiro os trabalhadores que pediram demissão ou que foram demitidos por justa causa até 31 de dezembro de 2015, estando ou não fora do regime do FGTS.  

A Caixa Federal destaca que pagou mais de R$ 41,8 bilhões para 24,8 milhões trabalhadores beneficiados pela Lei 13.446. O valor, atualizado em 12 de julho, equivale a 96% do total disponível para saque (R$ 43,6 bilhões). Os recursos superaram a previsão inicial do banco de R$ 35 bilhões. No Rio Grande do Sul, mais de 1,6 milhão de trabalhadores sacaram os recursos disponíveis nas contas inativas. O valor injetado na economia chegou a R$ 2,5 bilhões. 

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros