Cadastramento biométrico: prazo para cadastramento termina em 31 de janeiro em dois municípios gaúchos - Informações sobre finanças, guias e outras utilidades no Diário Gaúcho

Versão mobile

 

JUSTIÇA ELEITORAL17/01/2018 | 14h32Atualizada em 17/01/2018 | 14h33

Cadastramento biométrico: prazo para cadastramento termina em 31 de janeiro em dois municípios gaúchos

Até março, eleitores de 15 cidades do Rio Grande do Sul precisam ir ao TRE

Em 15 municípios gaúchos, os eleitores têm até março para realizar o cadastramento biométrico junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), sob risco de ter o título eleitoral cancelado. Em três cidades, o prazo é ainda mais curto: em Carlos Barbosa e Teutônia, o período se encerra em 31 de janeiro e, em Constantina, em 7 de fevereiro.

O processo vem sendo realizado desde 2015. Sempre que um eleitor do Estado procura a Justiça Eleitoral para fazer alistamento, revisar dados ou atualizar o endereço, por exemplo, tem os dados biométricos coletados. Além disso, em alguns municípios, é utilizado o mecanismo de revisão do eleitorado. Nestes casos, é definido um período no qual o eleitor dessas cidades é obrigado a comparecer para realizar o cadastramento. 

Em dezembro de 2017, o processo foi concluído em 411 municípios. Segundo o TRE-RS, atualmente faltam 86 municípios, entre eles os 15 que terão o processo concluído até março. Os demais finalizam o cadastramento entre 2019 e 2022. 

Entre os que têm prazo final em março, de acordo com o TRE-RS, Caçapava do Sul, São Jerônimo, Vera Cruz e Três de Maio são os municípios com maior dificuldade para concluir o cadastramento, pois o comparecimento dos eleitores está abaixo do planejado. O alerta é para que os eleitores procurem o TRE a fim de evitar que, ao fim do prazo, a procura fique acima da capacidade de atendimento. 

Segundo o secretário de Tecnologia da Informação do TRE-RS, Daniel Wobeto, o cadastramento biométrico, além de aumentar a segurança das eleições ao validar a identidade do eleitor na urna, serve como base para a criação de um cadastro nacional com garantia da unicidade de seus registros.

— A utilização desses dados como base para o cadastro da Identidade Civil Nacional, projeto já em execução, impedirá o uso de identidades falsas para a prática de fraudes que trazem prejuízos de bilhões ao ano para instituições públicas e privadas, gerando economia muitas vezes superior ao investimento que vem sendo feito — explica.


Como realizar o cadastramento biométrico?

- Observe o prazo do seu município.

- Compareça ao local de atendimento do seu município. Para evitar filas, é possível agendar horário para atendimento.

- Na data do atendimento, leve o documento de identidade e um comprovante de residência


Confira os prazos nos 15 municípios que encerram o cadastramento em 2018

Carlos Barbosa - 31/01

Teutônia - 31/01

Constantina - 07/02

Agudo - 07/03

Eldorado do Sul - 07/03

Ivoti - 07/03

Caçapava do Sul - 14/03

Garibaldi - 14/03

Nova Prata - 14/03

São Jerônimo - 14/03

São José do Hortêncio - 14/03

Taquari - 14/03

Três de maio - 14/03

Venâncio Aires - 14/03

Vera Cruz - 14/03

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros