Quase 6 mil condutores solicitaram a CNH digital no primeiro mês do serviço - Informações sobre finanças, guias e outras utilidades no Diário Gaúcho

Versão mobile

 

Comodidade18/01/2018 | 15h41Atualizada em 22/01/2018 | 11h38

Quase 6 mil condutores solicitaram a CNH digital no primeiro mês do serviço

Para usar a versão eletrônica é preciso ter a carteira de motorista impressa com QR code

GaúchaZH
GaúchaZH

Desde que a versão digital da Carteira Nacional de Habilitação (CNH-e) passou a ser disponibilizada no Rio Grande do Sul, em 22 de dezembro de 2017, 5,8 mil condutores gaúchos já solicitaram o serviço. A CNH-e armazena todas as informações do documento impresso e tem o mesmo valor jurídico da carteira no papel. Para utilizar o serviço, é preciso ter a versão da CNH impressa emitida a partir de 2 de maio de 2017, que conta com um QR Code (código escaneável em aparelhos eletrônicos) na parte interna  —quem não tem pode optar por esperar até o momento da renovação do documento ou fazer uma segunda via, a um custo de  R$ 51,84 (tabela de 2017).

Leia mais
Para 80% dos motoristas do RS, fazer a CNH Digital pode custar R$ 51,84
CNH Digital já está disponível: saiba como fazer a sua
70% dos motoristas ainda não quitaram o IPVA 2018 no Estado

A intenção da medida é oferecer mais praticidade, comodidade e segurança para os condutores. Para usar a CNH pelo smartphone, é preciso baixar o aplicativo gratuito CNH Digital, disponível no Google Play Store e na App Store. 

Segundo o Detran-RS, das 4.250.335 carteiras válidas no Estado, 878.523 (20,66%) já têm o QR code. Esses motoristas não precisam pagar nada para solicitar a versão digital. Os outros 79,32%  que possuem a versão anterior só podem solicitar a CNH-e se encaminharem a segunda via da carteira de motorista.

O Detran-RS alerta para que os condutores interessados em usar a versão digital observem a data de renovação da sua CNH, já que, se estiver perto de atualizar a licença para dirigir, pode não valer a pena solicitar uma segunda via.     


E a versão em papel?

 A versão impressa da carteira continuará sendo emitida normalmente, mas, se desejar, o condutor poderá dirigir apenas com a CNH-e. Para isso, deverá atentar para o funcionamento do seu smartphone, já que, para efeitos de fiscalização, se o aparelho estiver descarregado, será considerado que a CNH não está com o motorista. Neste caso, ele será autuado com base no artigo 232 (conduzir veículo sem os documentos de porte obrigatório) , uma infração leve que prevê multa de R$ 88,38, três pontos na CNH e retenção do veículo até a apresentação do documento. 

Passo a passo da CNH Digital

Quem tem CNH com QR Code

Foto:

1 - Verifique se sua CNH de papel foi emitida a partir de maio de 2017 e se possui QR Code, que fica na parte interna do documento.




Foto:

2 - Baixe o aplicativo da CNH Digital nas Lojas iTunes (iOS) e Play Store (Android).








Foto:

3 - Faça o cadastro no Portal de Serviços do Denatran




4 - ATENÇÃO:  nesta etapa, você precisará ir ao Detran de emissão da sua CNH de papel (um Centro de Formação de Condutores) para garantir presencialmente seus dados cadastrais.  Você precisará apresentar uma cópia da sua CNH e, também, assinar uma solicitação de cadastro, que pode ser escrita a mão. Isso é necessário para que eles tenham certeza de que o usuário é mesmo você. Mas, se você tem um certificado digital, pode acessar o Portal de Serviços do Denatran e cadastrar seus dados.  


Foto:

5 - Com o acesso ao Portal de Serviços do Denatran e com os dados confirmados pelo Detran, é possível solicitar um código de ativação para a CNH Digital, que será envidado por e-mail ou abrirá na própria página do Detran.



Foto:

6 - Agora, entre no aplicativo, use a senha de acesso do portal e digite o código de ativação.








Foto:

7 - O aplicativo vai pedir para você criar uma senha mais simples, de quatro números, que o usuário digitará toda vez que for acessar a carteira. Isso foi criado para facilitar o acesso, já que a senha do portal é mais comprida e complicada, com letras e números.








Quem tem CNH sem QR Code

1- Caso sua carteira tenha sido emitida antes de 2 de maio de 2017, você dever ir a um CFC e solicitar uma segunda via da CNH, que custa R$ 51,84 pela tabela de valores de 2017. Não deixe de atualizar seu número de celular e endereço de e-mail.

2- Com a carteira e mãos, é só seguir o passo a passo elaborado para quem já tem  o QR Code (mas, se você atualizou celular e endereço de e-mail ao solicitar a segunda via, não precisará voltar ao CFC).

3 - Se você não tem pressa, pode esperar até a data da renovação da carteira.


Dúvidas?

- Se você ainda tem dúvidas sobre a CNH Digital, mande sua questão para carla.dutra@zerohora.com.br

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros