Sinal analógico será desligado em 31 de janeiro: saiba como continuar vendo TV - Informações sobre finanças, guias e outras utilidades no Diário Gaúcho

Versão mobile

 

TV Digital17/01/2018 | 04h00Atualizada em 17/01/2018 | 04h00

 Sinal analógico será desligado em 31 de janeiro: saiba como continuar vendo TV

Ainda há 100 mil kits gratuitos de TV digital para inscritos em programas assistenciais do governo federal

 Sinal analógico será desligado em 31 de janeiro: saiba como continuar vendo TV André Feltes/Especial
Foto: André Feltes / Especial

Está chegando ao fim a contagem regressiva para que o sinal analógico será desligado em 107 cidades do Rio Grande do Sul, entre elas, Porto Alegre. A partir desta quarta-feira (17), faltam apenas 15 dias para que os televisores passem a receber apenas o sinal digital nesses municípios. 

O desligamento começará em 31 de janeiro, atingindo, nesse dia, Capital, Região Metropolitana, parte do Litoral Norte, Vale do Taquari e Serra — e seguirá até 2023, até ter abrangido todo o Estado.

Já no final deste mês, os moradores desses municípios só poderão assistir televisão em aparelhos aptos a receber o sinal mais moderno. Por isso, é importante que o telespectador confira se a tela de sua televisão mostra um "azinho" (A) durante a programação. Isso quer dizer que o sinal recebido ainda é analógico e é preciso fazer mudanças para não ficar sem TV. 

Caso a televisão seja de tubo, ou algumas compradas antes de 2010, ela recebe o sinal analógico. Para esses casos, é necessário um conversor digital e uma antena digital. Agora, para quem tem uma televisão "fininha", fabricadas após 2012, é necessário somente uma antena digital UHF para receber o sinal digital. É sempre importante verificar a instalação desses equipamentos com um profissional antenista, capacitado a fazer esse processo com melhor qualidade. 


 100 mil kits gratuitos disponíveis

Foto:

Quem não quer ficar sem ver TV aberta e ainda recebe o sinal analógico, precisa conferir se vai precisar só de uma antena ou também de um conversor digital. Milhares de gaúchos têm direito a receber gratuitamente o kit para converter o sinal. Ele é distribuído para famílias que são ou foram beneficiadas por programas sociais do governo federal, como Bolsa Família, Pronatec e Minha Casa Minha Vida. Também é possível fazer o pedido do kit no portal Seja Digital ou pelo telefone 147 — a ligação é gratuita. Em todos os casos, é preciso ter o NIS (Número de Identificação Social) em mãos. No Rio Grande do Sul, ainda há 100 mil kits gratuitos para serem distribuídos.

— A Seja Digital recebeu uma lista do Ministério de Desenvolvimento Social com os nomes dos beneficiários de baixa renda de 20 programas sociais, inclusive programas já inativos no país. Portanto, pessoas que, em algum momento, já participaram de programas sociais do governo devem se informar para conferir se estão nesta lista para poder agendar e retirar seu kit conversor gratuitamente — destaca a gerente regional da Seja Digital, Márcia Cavalcante.

O programa é vantajoso para quem precisa adaptar a TV, porque o kit, se tiver de ser comprado, pode sair por mais de R$ 100 no comércio. A exceção, no caso dos televisores analógicos, é para quem tem TV por assinatura, pois as operadoras já entregam o canal digital.

A aposentada Maria Beatriz Rosa da Silva, 58 anos, aproveitou que a Caravana da TV Digital passou pela Lomba do Pinheiro, onde ela mora na Capital, para fazer a inscrição para a retirada do kit. Foi até lá no domingo porque quer adaptar uma TV de tubo que tem em casa. A neta, Alicia, mora em uma casa no mesmo pátio da residência da aposentada:

— Não quero deixá-la sem os desenhos — conta. 


*Saiba mais sobre os kits gratuitos

Quem tem direito

- O kit gratuito com antena e conversor é destinado aos beneficiários de programas sociais do governo federal. Quem não é mais, mas já foi beneficiário também pode ter direito.

- O kit é composto de um conversor e uma antena UHF.

- É preciso estar cadastrado ou já ter feito parte de um destes programas: Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida, Bolsa Verde (Programa de Apoio à Conservação Ambiental), Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, Fomento (Programa de Fomento às Atividades Produtivas Rurais), Carteira do Idoso, Aposentadoria para pessoa de baixa renda, Brasil Carinhoso, Cisternas, Telefone Popular, Carta Social, ProJovem Adolescente, Tarifa Social de Energia Elétrica, Bolsa Estiagem, Programa Nacional de Reforma Agrária, Programa Nacional de Crédito Fundiário e Crédito Instalação (auxílios a beneficiários da reforma agrária).

- Pessoas que, em algum momento, já participaram de programas sociais do governo devem se informar através do telefone 147 (ligação gratuita) ou então pelo site para conferir se estão nessa lista e agendar a retirada de seu kit conversor gratuitamente.


Como solicitar

- Acesse o portal Seja Digital ou ligue gratuitamente para o telefone 147.

- Tenha em mãos o Número de Identificação Social (NIS).

- Agende a retirada em local, dia e horário da sua escolha.


Como identificar se sua TV tem o sinal digital?

- Verifique se o canal aparece com um "ponto". Por exemplo, para assistir a RBSTV, o mostrador do canal na tela deve mostrar "12.1", em vez de apenas 12. Isso significa que a TV já está apta para a mudança e já está recebendo o sinal digital, que tem mais qualidade de imagem e som.

- Para saber se precisa instalar conversor e antena para receber o sinal digital, o telespectador deve conferir se na sua televisão está aparecendo um "A" na tela. Isso quer dizer que o sinal recebido ainda é analógico e, então, é preciso fazer mudanças. 

- As TVs de tela plana fabricadas depois de 2012 já estão adaptadas para a mudança, com conversor interno. Essas TVs têm o selinho de "DTV" na lateral ou na parte de trás do aparelho, além de constar a informação no manual de instruções. Neste caso, é preciso colocar apenas a antena externa. 

- Algumas TVs de tela plana fabricadas antes de 2012 precisam ser adaptadas. Assim como as TVs de tubo, que necessitam, todas, serem adaptadas. A exceção é para quem tem TV por assinatura, pois as operadoras já entregam o canal digital. 


*Dúvidas frequentes


Posso continuar assistindo a RBS TV pela TV a cabo?

Para quem assiste na TV a cabo, não muda nada. Apenas confira com a sua operadora os canais abertos disponíveis.


Quais os tipos de televisores que necessitam de conversor?

Todas as televisões de tubo necessitam do conversor externo. Já as de tela plana fabricadas após 2012 não necessitam de conversor externo. Para algumas fabricadas antes de 2012, é preciso verificar o manual da TV ou entrar em contato com o fabricante para saber se ela já possui ou não o conversor. 

 

Como faço para instalar a antena se moro em condomínio?

As pessoas que residem em prédios devem entrar em contato com o síndico para saber se o prédio possui antena externa e cabeação (sistema de distribuição interna) adequada para o sinal digital que é transmitido em UHF.


Qual o tipo de antena que devo utilizar para ter acesso ao sinal digital?

A antena precisa ser externa e UHF. Se a antena existente for VHF, será necessária a troca. Veja aqui os modelos de antenas.


Tenho uma antena interna e o sinal não é muito bom. O que posso fazer?

A antena interna deve ser substituída por uma antena externa de UHF. Antena interna não é indicada para recepção do sinal digital. Ela não garante estabilidade do sinal. Só é possível ser usada antena interna por quem reside em local próximo e sem obstrução de morros ou prédios entre a residência e a antena transmissora da emissora.

 Saiba mais neste site.


Dúvidas sobre a TV Digital:

- 4020-7191 para Porto Alegre e Região Metropolitana

- 0800-051-6336 para demais localidades

- Mais informações neste site


Datas de desligamento do sinal analógico em cada região do RS:

- 31/1/2018: RBS TV Porto Alegre (Capital, Região Metropolitana e parte do Litoral Norte), RBS TV Santa Cruz (Vale do Taquari), RBS TV Caxias do Sul (Serra)

- 28/11/2018: RBS TV Pelotas e RBS TV Rio Grande

- 5/12/2018: RBS TV Santa Maria

- Até 31/12/2023: demais regiões


*Ainda tem dúvidas?

Nesta quarta-feira (17), a partir do meio-dia, você poderá tirar todas as suas dúvidas pelo Facebook do Diário Gaúcho. Emerson Costa, gerente de Projetos Regulatórios da RBS TV, estará ao vivo.


 

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 

Veja também

 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros