Enem 2018: confira oito dicas para se preparar para o exame que está com inscrições abertas - Informações sobre finanças, guias e outras utilidades no Diário Gaúcho

Versão mobile

 

De olho na Universidade10/05/2018 | 17h20Atualizada em 10/05/2018 | 17h21

Enem 2018: confira oito dicas para se preparar para o exame que está com inscrições abertas

Fazer um cronograma semanal de estudos e estar atento aos assuntos da atualidade estão entre as orientações de especialistas

GaúchaZH
GaúchaZH

Porta de entrada para milhares de brasileiros que buscam uma vaga na universidade, o Exame Nacional do Ensino Médio 2018 (Enem) está com inscrições abertas até 18 de maio. Faltando quase seis meses para as provas, que serão realizadas em 4 e 11 de novembro, é importante estudar desde já para se aprofundar nos conteúdos, praticar exercícios e treinar a redação. 

Confira, abaixo, dicas que podem ajudar você a se preparar para conquistar a tão sonhada oportunidade no curso que deseja. 

Oito dicas que podem ajudar na preparação


1- Faça um planejamento

Fazer um cronograma semanal de estudos é o ideal para analisar o andamento do conteúdo. Organize de duas a três disciplinas por dia, mesclando entre humanas e exatas, entre as que gosta menos e as de sua preferência, e entre teoria e prática, para manter um equilíbrio. Comece estudando as disciplinas que você tem mais dificuldade e que, consequentemente, você precisará dedicar mais tempo. Lembre-se de adaptar sua rotina de estudos com o melhor horário e melhor local, priorizando tranquilidade e silêncio para ajudar na concentração.

2- Escolha o melhor método de estudo

Autoconhecimento é muito importante para definir o método — ou os métodos — de estudo que se encaixe melhor com sua forma de aprender. Você pode testar alguns, para ver qual será mais produtivo, como por exemplo, fazer resumos, ler em voz alta, explicar o conteúdo para alguém, grifar o material com marcadores coloridos, usar post-its ou ouvir podcast sobre algum assunto enquanto caminha ou está no transporte público. 

3- Atenção ao ritmo dos estudos

De acordo com Fabrício Indrusiak, diretor de ensino do Unificado, o aluno que começa estudando em um ritmo intenso estará cansado entre setembro e outubro, meses que antecedem as provas. O ideal é intensificar os estudos entre julho e setembro, estudando o máximo que você puder, de acordo com sua disponibilidade. 

4- Não deixe o lazer de lado

A atenção é um recurso esgotável. Por isso, é importante manter momentos de lazer, que funcionam como válvulas de escape depois de uma rotina de estudos de muita concentração. Assistir sua série preferida, praticar algum exercício ou realizar qualquer hobbie que lhe proporcione relaxamento e bem estar ajudam na qualidade dos estudos, pois são nestes momentos que o cérebro organiza aquilo que aprendeu e fixa o conteúdo na memória.  

5- Estude com amigos

Crie grupos de estudos com amigos que tenham o mesmo objetivo que você. Combine encontros para trocar informações, revisar conteúdos, compartilhar dúvidas, ajudar e ser ajudados nas dificuldades.

6- Pratique exercícios e faça simulados

Exercícios são fundamentais para fixar o conteúdo. Na internet é fácil encontrar listas de exercícios, simulados e provas anteriores do Enem com gabaritos. Essa é uma forma de praticar o que foi estudado e acompanhar o seu próprio desempenho, observando onde é necessário reforço. É importante não se desanimar com os resultados, refaça os exercícios quantas vezes for necessário.

7- Assista videoaulas

Há uma grande oferta de videoaulas no YouTube que podem complementar os estudos e ajudar na fixação dos conteúdos. Além de poder pausar o vídeo para fazer anotações, você pode revê-los sempre que quiser.

8- Esteja atento aos assuntos da atualidade

É importante ler jornais para estar sempre atualizado e ficar por dentro de temas que estão sendo debatidos. Além de se manter informado, a leitura de jornais ajuda a melhorar o vocabulário, ponto importante para a redação. Para estar preparado para esta etapa fundamental do Enem, a orientação é fazer pelo menos uma redação por semana. Se você conseguir fazer mais, melhor.

Fontes: Diego Viug, diretor pedagógico do ProEnem e Fabrício Indrusiak, diretor de ensino do Unificado

Leia mais
Fies: prazo para renovação é adiado mais uma vez


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros