Obras paradas12/01/2013 | 13h26

É preciso acelerar o samba?

A menos de um mês para o Carnaval, a já tradicional montagem das arquibancadas e estruturas para o evento está prevista para começar apenas na segunda-feira.

Enviar para um amigo
É preciso acelerar o samba? Luiz Armando Vaz/Agencia RBS
Obras de montagenm para o Carnaval de 2013 não começaram ainda Foto: Luiz Armando Vaz / Agencia RBS

Por enquanto, o cenário para o espetáculo do Carnaval não lembra em nada o da grande festa que enche a avenida de cores e faz pulsar o coração no compasso da bateria.

A menos de um mês para o Carnaval, a já tradicional montagem das arquibancadas e estruturas para o evento está prevista para começar apenas na segunda-feira. E o prazo é ainda mais apertado porque todo o serviço já precisa estar concluído para a Muamba Oficial, que ocorre nos dias 1º e 2 de fevereiro.

Para dar conta de deixar o Sambódromo com tudo pronto para a festa, o orçamento fica em torno de R$ 2,5 milhões. No caso da montagem de arquibancadas e camarotes, a empresa responsável é a Tecsan.

Enquanto a movimentação de operários não começa, o que se vê próximo à pista é a grama crescida e alguns focos de sujeira. No entorno, os problemas denunciados pelo Diário Gaúcho ao longo de 2012 permanecem. Há um portão caído e faltam algumas das telas responsáveis por proteger o espaço.

Ainda dentro do cronograma

O coordenador das Manifestações Populares da Secretaria Municipal de Cultura, Joaquim Lucena, reconhece que fatos como o Carnaval ser realizado no início de fevereiro e a troca de comando da pasta influenciam no andamento desse
processo. Contudo, segundo ele, não há atraso.

– O tempo corre muito depressa, mas está tudo sendo agilizado. Não está fora do cronograma. É uma montagem aceitável, que deve ficar pronta dois ou três dias antes da Muamba – assegura.

Em paralelo a esse trabalho, serão também repostas as telas e o portão que estão em falta, e serviços como capina e limpeza entram em ação.

Venda de ingressos

Os ingressos para o Carnaval 2013 serão vendidos nos dias 21 e 22 de janeiro, das 8h às 17h, no segundo andar da Usina do Gasômetro (Avenida Presidente João Goulart, 551). Para os desfiles das escolas do Grupo Especial (8 e 9/2) e Desfile das Campeãs (16/2) o valor será de R$ 10.
Para os desfiles dos grupos Intermediário (10/2) e de Acesso (11/02), a entrada será gratuita. A venda está limitada a seis ingressos por pessoa. Não são aceitos cartões de crédito. Há desconto de 50% para idosos. Caso sobrem ingressos, esses serão vendidos nos dias de espetáculo, no Porto Seco.

A estrutura do Porto Seco

- A iluminação da Passarela do Samba Carlos Alberto Barcellos Roxo foi reforçada. No total, serão 38 torres, com cinco refletores cada uma.

- O Centro de Hospitalidade (camarote coberto) terá capacidade para 350 pessoas.

- O Butekão do Samba, novidade no ano passado, segue
localizado ao lado da Praça de Alimentação, com capacidade para 3 mil pessoas.

- A Praça de Alimentação poderá receber até 5 mil pessoas. Além disso, serão mais 13 quiosques de alimentação ao longo da pista, atrás das arquibancadas e camarotes.

- Haverá estrutura para atendimento de urgências médicas, prevenção de DSTs e vigilância sanitária.

- Da mesma forma que no ano passado, do lado esquerdo da avenida estarão os setores ímpares e do lado direito estarão os pares.

- A área das frisas terá capacidade para 800 pessoas, e mais 2.390 lugares serão disponibilizados nos camarotes.

- O número de catracas de acesso aumentou de 27 para 31. Haverá quatro cancelas veiculares.

- A pista de desfiles tem 341m. A largura total é 16m, sendo 12m de área de desfile.

- Cada um dos sete setores de arquibancadas terá 12 degraus, com capacidade total para 9,7 mil pessoas.

- No total, serão 38,1 mil ingressos, 2.130 credenciais, 22.330 pulseiras e 1,7 mil credenciais de veículos.

- Por questão de segurança, quem comprar ingresso para o setor 1, circulará apenas nesse local, que estará dotado de quiosques e sanitários tipo contêiner. Não será possível circular pelos outros setores.

- Há limitação no número de saídas: só será possível deixar completamente o local duas vezes. Não será possível entrar e sair do setor indefinidamente.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • paolapsstt

    paolapsstt

    Paola Possenatto"@diario_gaucho: Em junho, Lulu Santos volta a Porto Alegre http://t.co/sJv6I8I8AX" Nos vemos lá 👍 #Toca+Lulu #AraujoViannahá 1 horaRetweet
  • Imaginasamba_

    Imaginasamba_

    Grupo ImαginαsαmbαRT @maurigrando: Coluna #NoArVoandoAlto Revista @diario_gaucho destaca @FARIAPERICLES @Imaginasamba_ #as3+da @rdcidade e muito + http://t.c…há 1 horaRetweet
clicRBS
Nova busca - outros