Mais de 86 mil pessoas ainda não sacaram o abono salarial do PIS/Pasep no RS; prazo termina nesta quinta-feira  - Espaço do Trabalhador - Notícias

Versão mobile

 

O dinheiro é seu27/12/2017 | 16h18Atualizada em 27/12/2017 | 16h18

Mais de 86 mil pessoas ainda não sacaram o abono salarial do PIS/Pasep no RS; prazo termina nesta quinta-feira 

No Estado, ainda não foram sacados R$ 58,7 milhões de R$ 948 milhões

Mais de 86 mil pessoas ainda não sacaram o abono salarial do PIS/Pasep no RS; prazo termina nesta quinta-feira  Gilmar de Souza/Agencia RBS
Foto: Gilmar de Souza / Agencia RBS

Termina nesta quinta-feira (28) o prazo para que os trabalhadores que têm direito ao Abono Salarial ano-base 2015 do PIS/Pasep saquem o benefício nas agências bancárias. Cada pessoa pode ter direito a até um salário mínimo (R$ 937). O governo federal alerta que esse prazo não será prorrogado. Ou seja, quem não sacar nesta quinta-feira perde o recurso.

No Rio Grande do Sul, segundo o último levantamento do Ministério do Trabalho, 86.076 trabalhadores ainda não colocaram a mão no dinheiro. Esse número corresponde a 5,83% do total de beneficiados no Estado. Ainda não foram sacados R$ 58,7 milhões (o total referente ao ano-base 2015 para os gaúchos era de R$ 948 milhões). Em todo o país, cerca de 5,8% de inscritos no PIS e no Pasep, cerca de 1,4 milhão de pessoas, não haviam retirado o abono até o fim de novembro.

Quem trabalhou na iniciativa privada em 2015 pode retirar o dinheiro em qualquer agência da Caixa Econômica Federal ou em uma casa lotérica. Os servidores públicos devem procurar o Banco do Brasil


Valor é proporcional aos meses trabalhados

Para ter direito ao abono salarial ano-base 2015 é preciso ter trabalhado formalmente naquele ano e atender alguns requisitos: vínculo formal em uma empresa ou em um órgão público por pelo menos 30 dias em 2015, remuneração média de até dois salários mínimos naquele ano, estar inscrito no PIS ou no Pasep há pelo menos cinco anos e ter os dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). 

O valor que cada trabalhador tem para receber é proporcional ao número de meses trabalhados formalmente em 2015. Quem trabalhou o ano todo recebe na íntegra o valor de R$ 937. Quem trabalhou um mês, por exemplo, recebe 1/12 do valor, correspondendo a R$ 79.


Saiba se você tem direito

Para conferir se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar o portal do Ministério do Trabalho. Basta inserir o CPF ou número do PIS/Pasep e a data de nascimento para fazer a consulta. Outra opção é a Central de Atendimento Alô Trabalho, que atende pelo número 158.

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros