Prefeitura de São Leopoldo convoca 56 professores para contratação emergencial  - Espaço do Trabalhador - Notícias

Versão mobile

 

Ensino22/05/2018 | 16h24Atualizada em 22/05/2018 | 16h24

Prefeitura de São Leopoldo convoca 56 professores para contratação emergencial 

Os profissionais que serão chamados foram selecionados em processo seletivo em março

A Secretaria Municipal de Educação de São Leopoldo começa, nesta terça-feira (22), a convocar 56 professores para a Rede Municipal de Educação, por meio de autorização do prefeito, Ary Vanazzi, para contratação emergencial imediata. Serão contratados 14 professores de anos finais, 27 de anos iniciais e 15 de Educação Infantil que serão distribuídos entre 22 escolas de Ensino Fundamental e nove de Educação Infantil. Os profissionais que serão chamados foram selecionados em processo seletivo para contrato temporário realizado em março.

De acordo com a chefe de Recursos Humanos da Smed, Tissiana Araújo de Souza, as contratações têm o objetivo de suprir as vagas temporárias de professores afastados por motivo de licença saúde, licença interesse, licença gestante ou readaptação de função. 

Em abril, a secretaria realizou um levantamento com as 51 escolas do município para atualização do quadro docente no primeiro semestre letivo e constatou que, atualmente, 150 servidores estão afastados. Algumas vagas foram supridas pelos próprios profissionais das escolas, por meio de extensão de carga horária, o que não foi suficiente para suprir totalmente a demanda.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
 
 

Veja também

 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros