Tem uma entrevista de emprego? Veja 10 dicas de linguagem corporal que podem ajudar você a conquistar a vaga - Espaço do Trabalhador - Notícias

Versão mobile

 

Em busca da vaga24/05/2018 | 06h00Atualizada em 24/05/2018 | 06h00

Tem uma entrevista de emprego? Veja 10 dicas de linguagem corporal que podem ajudar você a conquistar a vaga

Sorrir e conversar olhando nos olhos do recrutador estão entre as orientações para passar uma boa imagem durante um processo seletivo

A primeira impressão é a que fica. Se você já ouviu essa frase popular, saiba que ela também é válida em uma entrevista de emprego. Olhar para o chão, ficar com as pernas inquietas ou gesticular de forma excessiva são sinais de nervosismo que podem causar uma má impressão sobre o candidato ao recrutador. 

A linguagem corporal é capaz de falar por si só, já que mostra nossa personalidade, por meio de atitudes e expressões comportamentais que revelam, por exemplo, se estamos confortáveis ou ansiosos. Para Débora Lima da Cunha, headhunter da Trend Recruitment, a linguagem corporal representa 60% do que o candidato comunica. 

— Você percebe o interesse do candidato pelo brilho nos olhos e pelo sorriso — afirma.

Thaís Garzieira, sócia-diretora da Staff Recrutamento e Consultoria em RH, destaca que os processos seletivos geram ansiedade. Por isso, é fundamental que o candidato saiba usar a linguagem corporal a favor dele, de forma a transmitir a mensagem correta, de autoconfiança, sem deixar o nervosismo atrapalhar. Confira, abaixo, dicas sobre o que fazer e o que não fazer durante uma entrevista de emprego.


10 dicas sobre linguagem corporal para uma entrevista de emprego


1- Sorria

Não tenha medo de sorrir: essa é uma linguagem corporal que fala muito sobre sua personalidade. Um sorriso transmite sua simpatia e entusiasmo em participar da seleção para uma oportunidade. Além disso, sorrindo é possível criar um vínculo de empatia com o recrutador e quebrar o gelo, tornando a entrevista uma conversa mais leve. 

2- Olhe no olho

Olhar para o chão ou para os lados durante e entrevista dá ao recrutador a sensação de que você não encara o desafio de frente: ou seja, a atitude passa uma imagem de insegurança. Por outro lado, conversar olhando nos olhos do recrutador demonstra verdade e propriedade sobre o que se está falando. Claro, não estamos falando sobre encarar o recrutador e causar um clima desconfortável, mas, sim, mostrar por meio do olhar, o seu interesse pela conversa e, mais precisamente, pela oportunidade. 

— No momento que se escolhe participar de uma seleção, é preciso demonstrar entusiasmo e interesse — ressalta Thaís Garzieira, sócia-diretora da Staff Recrutamento e Consultoria em RH.

3- Apertar a mão com firmeza

Assim como olhar nos olhos, um aperto de mãos firme é um complemento importante para demonstrar segurança, atitude e disposição de estar participando do processo, além de representar que você encara seus desafios de frente. Mas lembre-se de apertar a mão do recrutador olhando nos seus olhos.

4- Mantenha a postura alinhada

É importante manter a postura alinhada tanto na hora de caminhar, quanto na hora de se sentar. A dica é sentar-se do meio para a ponta da cadeira, prestando atenção para manter os pés paralelos ao chão. Além disso, mantenha uma distância confortável da mesa, evite ficar muito próximo e debruçado para não causar um desconforto no ambiente, mas, também, não fique muito distante, para não passar a sensação de desprezo.

5- Levante-se na entrevista em grupo

Quando a entrevista for em grupo, o ideal é se levantar ao chegar a sua vez de se apresentar. Isso demonstra autoconfiança e facilidade de comunicação. 

6- Evite gesticular de forma exagerada

Se você gosta de articular com as mãos, tente conter o impulso para não gesticular exageradamente. É praticamente impossível falar sem gesticulação, mas tome cuidado com movimentos expansivos e excessivos, pois eles podem causar impressão de imaturidade, inquietude e nervosismo, além de desconcentrar o recrutador.

7- Evite ficar com as pernas inquietas

A síndrome das pernas inquietas é reconhecida pelo movimento frenético dos pés e pernas. Mesmo que, muitas vezes, seja um hábito inocente, dá a impressão de que o candidato está com pressa, além de demonstrar ansiedade e um grande nível de nervosismo. 

8- Evite roer unhas

Para muitas pessoas, roer as unhas é um hábito comum, no entanto, é importante tentar conter o ato durante uma entrevista de emprego, para, mais uma vez, não passar a imagem de ansiedade e nervosismo. 

9- Evite cruzar os braços

Cruzar os braços pode ser considerado um bloqueio inconsciente, uma forma que o corpo encontra para manter a outra pessoa longe. Quando se cruza os braços em uma entrevista de emprego, pode-se causar a impressão de que a pessoa está sentindo sua zona de conforto invadida. Além disso, pode transmitir tédio e insatisfação com o recrutador ou com o processo seletivo.

10- Não cheque o celular

A incapacidade de se desconectar do celular pode prejudicar o candidato e destruir oportunidades. O ideal é deixar o aparelho desligado ou no modo silencioso, guardado na bolsa ou mochila. Se você estiver esperando alguma ligação importante, avise o recrutador no início da entrevista.                                                               

Fontes: Débora Lima da Cunha, headhunter na Trend Recruitment e Thaís Garzieira, sócia-diretora da Staff Recrutamento e Consultoria em RH


 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros