Crianças mudam o cardápio do lanche da turma em solidariedade à colega com restrição alimentar - Notícias

Versão mobile

 
 

Na escola12/08/2015 | 05h04

Crianças mudam o cardápio do lanche da turma em solidariedade à colega com restrição alimentar

A ideia de incluir pratos veganos nas refeições coletivas mobilizou alunos, pais e professores da Escola Projeto, na Capital

Crianças mudam o cardápio do lanche da turma em solidariedade à colega com restrição alimentar Mateus Bruxel/Agencia RBS
Aluna de escola da Capital (ao centro) não podia comer a maioria dos pratos levados em refeições coletivas Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

O desafio foi lançado a uma turma de 2º ano do Ensino Fundamental da Capital: “Você deverá pedir ajuda de um adulto e pesquisar uma receita vegana, ou seja, sem produtos de origem animal. É importante testá-la com a sua família! Este tema de casa tem o objetivo de contemplar um lanche vegano para que a Anita também possa comer as frutas e lanches trazidos pelos colegas”.

Munidos pela vontade de ajudar a colega com restrição alimentar, as crianças da classe 21 da Escola Projeto não demoraram a cumprir o tema de casa solidário, proposto pela coordenadora pedagógica Virgínia Veríssimo na primeira semana de julho. Logo 10 receitas veganas foram incluídas no cardápio dos lanches coletivos da turma, que acontecem a cada 15 dias, às quartas-feiras.

Saiba quando o paladar seletivo pode prejudicar a saúde das crianças

Atividade de socialização com alimentos diferentes


Desde que se juntou à classe, no ano passado, Anita Della Giustina, sete anos, não podia comer a maioria dos alimentos trazidos pelos colegas durante os lanches coletivos. O motivo é a condição de saúde que carrega desde que nasceu: a menina é portadora de leucinose, também conhecida como doença da urina do xarope do bordo, patologia hereditária que a impede de consumir alimentos de origem animal. A doença atinge um a cada 185 mil nascidos.

– Eu comia só fruta e trazia meu próprio lanche – lembra Anita.

Segundo Virgínia, o lanche coletivo é uma atividade valorizada pela escola – dividir a comida promove socialização e oportuniza às crianças provarem alimentos diferentes dos quais estão acostumadas.

– A gente percebeu que nessa turma tinha um ambiente muito positivo. Os pais também estavam preocupados com isso e queriam participar da organização do lanche pensando nessa colega – afirma Virgínia.

– Eu achei muito bom a gente trazer receitas veganas para ela, daí ela pode comer. Eu trouxe (a receita de) um bolo de chocolate que não precisa de ovo – conta Eduardo Lopes, sete anos.

A mobilização dos colegas animou Anita, conta a mãe da menina, Patrícia Trindade De Angelis. No último lanche coletivo da turma, em 5 de agosto, ela finalmente se viu contemplada: batatas recheadas veganas foram a primeira receita posta em prática pela turma. Bolo de laranja e bergamota complementaram a refeição.

Os pratos quase vazios no final do recreio indicaram que o lanche agradou não só a Anita. Sinal de que, além de solidário, o lanche inclusivo pode também ser gostoso.

Veganos perdem peso mais rápido, aponta estudo

Algumas receitas veganas da turma 21 da Escola Projeto

- batatas recheadas
- bolo de laranja
- bolo de cenoura
- torta de banana
- cachorro quente
- bolo de chocolate
- brusqueta com nozes
- pastel salgado
- bolo de banana

 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
Imprimir
clicRBS
Nova busca - outros