Pinheirinho ficará cheio de lembrancinhas. Confira dicas de presentes até R$ 50 - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Compras de Natal19/12/2015 | 13h01

Pinheirinho ficará cheio de lembrancinhas. Confira dicas de presentes até R$ 50

Data mais importante para o comércio, o Natal de 2015 deve ficar marcado como o dos presentes de menor valor

Pinheirinho ficará cheio de lembrancinhas. Confira dicas de presentes até R$ 50 Omar Freitas/Agencia RBS
Foto: Omar Freitas / Agencia RBS

Num ano marcado pela crise econômica e pelo desemprego nas alturas, o saco de presentes do Papai Noel pode ter presentes mais modestos, mas não vai ficar vazio.
Mesmo com a grana mais curta, é difícil deixar passar a data em branco.

Leia mais notícias do dia

O valor dos presentes deve ficar menor na comparação com o ano passado e, por isso, o Natal de 2015 já está sendo chamado de Natal da Lembrancinha. Inflação nas alturas, aumento de preços, endividamento e desemprego foram alguns dos motivos apontados em pesquisa do SPC Brasil para justificar essa pisada no freio.

Estresse no final de ano? Saiba o que pode causar e como superar

O presentes escolhidos pelos gaúchos devem custar entre R$ 76,97 e R$ 110, segundo levantamento do Sindilojas e CDL Porto Alegre. Já o gasto médio total com as compras deve ser de R$ 538,78, valor menor do que o do ano passado, de R$ 551,59.

Crianças na cozinha: aprenda a fazer um delicioso cookie para o Natal

— Este não vai ser o Natal da geladeira nem do celular. Está mais para lembrancinhas, como camiseta, perfumaria, acessório, calçado. Um reflexo disso é que mais pessoas devem ser lembradas — explica o presidente da CDL Porto Alegre, Gustavo Schifino.

A cuidadora de idosos Valéria Oliveira, 52 anos, da Restinga, está atenta para não gastar mais do que R$ 50 com cada lembrancinha.



— Tenho que fechar as contas sem ficar no vermelho. Eu batalho o ano inteiro, em três empregos. Este presente aqui é o último que estou comprando, para o meu filho — contou Valéria, apontando para o carregador de celular que saiu por
R$ 32.
 
Roupas
 
O gasto total dos gaúchos no Natal deve ficar em R$ 5,9 bilhões, mesmo valor do ano passado, segundo estimativa da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV). Como a inflação oficial dos últimos 12 meses ficou em 10,48%, o mesmo valor em dinheiro indica que vai se gastar menos neste ano.

Os produtos preferidos dos gaúchos devem ser roupas (48,8%), seguidos pelos brinquedos (39%). É justamente com roupas que a promotora de vendas Kamila de Alves Ribas, 21 anos, do Jardim Algarve, em Alvorada, mais deve gastar. O maridão vai levar a maior fatia.

— Com ele, vou gastar uns R$ 100. Para o restante, quero gastar até R$ 40 — conta Kamila, que levou o sobrinho Davyd, oito anos, para as compras na Avenida Assis Brasil.

Davyd estava de olho no presente que quer embaixo do pinheirinho:

— Pedi o Capitão América e uma flauta. Vou aprender a tocar sozinho!
 
Para fugir das dívidas
 
A dona de casa Eliane Pereira Heinbricksohn, 44 anos, do Bairro Belém Novo, está focada no presente de Natal dos filhos Leonardo, 12 anos, e Ana Júlia, oito anos. Nesta semana, o trio foi a uma loja no Centro da Capital para conferir as ofertas. Eliane vai voltar para fazer as compras na segunda-feira, quando recebe o pagamento do Bolsa Família. Para Ana Júlia, vai levar patins e uma boneca.

— Vou gastar uns R$ 150 com ela e mais R$ 100 com o Leonardo, que quer roupas. Vou comprar roupas para ela com este dinheiro também — conta Eliane.
 
Amigo-secreto
 
O educador financeiro e economista Everton Lopes dá a dica: a melhor opção é pagar esta conta à vista. Uma boa ideia é reservar um valor total de gastos e fazer uma lista das pessoas que vai presentear. 

— O amigo-secreto é o salvador da pátria — comenta Everton.

Ele salienta que quem não puder pagar já os presentes, que parcele no menor número possível de vezes. Lembrando sempre que janeiro é logo ali e, com ele, vêm as contas do IPTU, IPVA e matrícula nas escolas.

— Esta nova prestação tem de caber no orçamento. Não se esqueça dos comprometimentos de renda que já tem — acrescenta Everton.

Sem dívidas, a auxiliar de serviços gerais Adriana Silva, 48 anos, do Bairro Agronomia, pretende dar no máximo seis presentes neste Natal. E vai pagar à vista:

— Economizei dinheiro o ano todo para aproveitar as férias. Vou passar dois meses em Pinhal. Os presentinhos não vão passar de R$ 35.

DIÁRIO GAÚCHO

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros