Segunda colocada em 2015, Embaixadores vai cantar o sonho de conquistar o título - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Carnaval20/01/2016 | 07h06

Segunda colocada em 2015, Embaixadores vai cantar o sonho de conquistar o título

Vermelho e branco terá como enredo "Pintando os sonhos na passarela"

Segunda colocada em 2015, Embaixadores vai cantar o sonho de conquistar o título Luiz Armando Vaz/Agencia RBS
Gustavo Giró está na contagem regressiva para a folia Foto: Luiz Armando Vaz / Agencia RBS

O enredo foi escolhido a dedo pela vermelho e branco, a segunda escola mais antiga entre as que estão em atividade em Porto Alegre – com 65 anos de existência. A Embaixadores do Ritmo vai levar os sonhos para a Avenida. E, entre eles, o mais sonhado pela escola: ser campeã pela primeira vez do Grupo Especial.

Imperadores do Samba vai mostrar segredo na Avenida

Mesmo com cautela, respeitando as demais agremiações, Gustavo Giró confessa estar otimista e em contagem regressiva para ingressar no Porto Seco. O barracão da escola está, praticamente, finalizado – e fechado para visitas até a noite do desfile. 

— A gente investiu para, finalmente, chegar ao primeiro lugar. Vamos desfilar sonhando com o campeonato — confessa Giró.

De cadeirante a rainha de escola de samba: conheça a história de Shaiane

No abre-alas da Embaixadores, Pedrinho será embalado pelos guardiões dos sonhos, representados pelo símbolo da escola: dois ursos polares. O segundo carro mostrará o delírio das crianças com fadas, duendes, bruxas e muitas guloseimas. No terceiro, que falará sobre o sonho de liberdade, terá uma homenagem ao ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, que ficou quase 30 anos preso e depois foi ganhador do Nobel da Paz de 1993 e presidente da África do Sul entre 1994 e 1999. Para encerrar o espetáculo, o quarto carro representa o maior desejo da Embaixadores.

Leia mais notícias sobre o Carnaval

A escola

* Cores: vermelha e branca
* Presidente: Briane Giró
* Carnavalesco: Alecsandro Silva (Kiko)
* Intérprete: Farelo
* Diretor de Carnaval: Gustavo Giró
* Diretor de bateria: Joubert Luis
* Mestre-sala e porta-bandeira: Nathyeli Cruz e Robson Jardim de Souza
* Enredo: Pintando os Sonhos na Passarela

Como vai
Serão 17 alas, incluindo baianas e bateria. Ao todo, 1,2 mil componentes devem entrar na Avenida. Serão quatro carro alegóricos: Sonhos de Pedrinho, Delírio Infantil, Sonho de Liberdade e Sonho de Ser Campeão.

Leia outras notícias do dia

Samba

Pintando os Sonhos na Passarela
Autores: Vinícius Maroni, Vinicius Brito, Saimon e Tom Astral)

Eu sonhei...
Um devaneio tão bonito
Encontrei...
O universo da ilusão

Lá, onde se alcança o infinito
Lá, não há limites para viajar
Fiz do arco-íris aquarela
Com as cores da imaginação

Me aventurei nessa quimera
Fantasiei meu coração
Figuras encantadas
Delírio Infantil

Doce inspiração, pura utopia
Vem acreditar
Quando em contar em poesia
" Eu tive um sonho..."

Sonhei assim...
Sonhei ser livre
Sonhei sem fim
E do meu sonho, eu fiz canção

Redenção!
Liberdade
Cultuada, esticada no tambor
Liberdade

Quem aprende o ódio, pode aprender o amor
Bailar com a Colombina
E ser seu Pierrô
Cantar à luz da lua, sambando...

E se for sonho não me acorde, por favor
É campeão! Embaixador!

Curta nossa página no Facebook

DIÁRIO GAÚCHO

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros