Conheça o Palácio do Jaburu, residência oficial do presidente interino da República, Michel Temer - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Brasília16/05/2016 | 21h56Atualizada em 16/05/2016 | 22h07

Conheça o Palácio do Jaburu, residência oficial do presidente interino da República, Michel Temer

Palácio foi inaugurado em 1977 e abriga atualmente o sexto vice-presidente

Conheça o Palácio do Jaburu, residência oficial do presidente interino da República, Michel Temer Ichiro Guerra / Presidência da República/Presidência da República
Vista aérea do Palácio do Jaburu, residência oficial da vice-presidência da República Foto: Ichiro Guerra / Presidência da República / Presidência da República

Desde que o Senado Federal decidiu afastar por até 180 dias a presidente da república, Dilma Rousseff (PT), as atenções do país estão voltadas ao vice-presidente, Michel Temer (PMDB).

A transferência do foco também se deu da residência oficial de um para a do outro. Inaugurado em 1977 — 17 anos depois da fundação de Brasília (DF) —, o Palácio do Jaburu foi projetado para ser a morada oficial do vice-presidente da República.

A sede do Poder Executivo é o Palácio do Planalto, local onde está o Gabinete Presidencial. O Palácio da Alvorada é a residência oficial da presidente da república.

Michel Temer é o sexto vice-presidente a ocupar o Jaburu. Antes dele, estiveram Aureliano Chaves (vice de João Figueiredo), José Sarney (vice de Tancredo Neves), Itamar Franco (vice de Fernando Collor), Marco Maciel (vice de Fernando Henrique Cardoso) e José Alencar (vice de Luiz Inácio Lula da Silva).

Idealizado por Oscar Niemeyer, a ideia do arquiteto era misturar características das antigas casas de fazenda com a moderna técnica de concreto armado.

Foto: Aluízio de Assis / Presidência da República
Foto: Anderson Riedel / Divulgação

O palácio recebeu esse nome por ficar ao lado da Lagoa do Jaburu. Ele fica às margens do Lago Paranoá. Está localizado ao longo da Via Presidencial, entre os Palácios do Planalto e da Alvorada.

Uma singularidade dele é ser uma construção destinada exclusivamente à moradia. Ele tem 4.283 metros quadrados, e a área mais privilegiada é a externa, com grandes varandas. As áreas comuns, como os salões, têm dimensões menores.

Conforme explica o vídeo institucional da residência, ele é "o mais diferente entre os palácios".

Os detalhes da residência também chamam atenção. Em diversas áreas, há obras de arte, esculturas e imagens religiosas.

A escultura em bronze Leda e o Cisne, de Alfredo Ceschiatti, e, ao fundo, painel de Athos Bulcão.

Foto: Aluízio de Assis / Presidência da República
Foto: Anderson Riedel / Divulgação

Esta sobreposição de peças, de autoria de Mariane Ferretti, é destacada pelo rasgo na laje. Ela fica no subsolo, onde estão a sala de TV e a sala de cinema.

Foto: Aluízio de Assis / Presidência da República
Foto: Anderson Riedel / Divulgação
Foto: Anderson Riedel / Divulgação
Foto: Anderson Riedel / Divulgação

A capela do Palácio do Jaburu é de piso em mármore branco e painel curvo em vidro transparente e colorido, criado por Mariane Peretti.

Foto: Aluízio de Assis / Presidência da República

O lavabo tem paredes divisórias revestidas em painéis de madeira maciça.

Foto: Aluízio de Assis / Presidência da República

O local de trabalho é usado pelo vice-presidente para pequenas reuniões.

Foto: Anderson Riedel / Divulgação

O jardim do Palácio do Jaburu foi projetado por Roberto Burle Marx. O local tem vegetação mista, com plantas trazidas de diversos lugares do Brasil e árvores nativas do cerrado brasileiro.

Foto: Anderson Riedel / Divulgação
Foto: Anderson Riedel / Divulgação
Foto: Anderson Riedel / Divulgação
Foto: Anderson Riedel / Divulgação

Leia mais notícias


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros