Morre Jaques Machado, o Jacão do Carnaval - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Luto02/06/2016 | 22h51Atualizada em 02/06/2016 | 23h46

Morre Jaques Machado, o Jacão do Carnaval

Ex-vereador e presidente de honra da Império da Zona Norte sofreu uma parada cardiorrespiratória ontem

Morre Jaques Machado, o Jacão do Carnaval Luiz Armando Vaz / Agência RBS/Agência RBS
Jaques Machado e a esposa no desfile das campeãs do Carnaval de 2008 Foto: Luiz Armando Vaz / Agência RBS / Agência RBS

Figura importante do Carnaval porto-alegrense, Jaques Machado, conhecido como Jacão na folia, morreu no começo da noite de ontem.

Ele tinha 74 anos e estava internado desde segunda-feira no Hospital Conceição, onde sofreu parada cardiorrespiratória. Jaques tinha histórico de diabetes e já havia sofrido um acidente vascular cerebral (AVC).

Nascido e criado na Zona Norte de Porto Alegre, Jacão participou ativamente da Sociedade Gondoleiros, chegando a presidir o clube. Na década de 1980, ingressou na escola de samba Império da Zona Norte — na entidade, chegou a ser presidente de honra.

Leia mais
"Se Deus quiser, o Fundo de Quintal vai continuar", afirmam integrantes do grupo
Ex-participante do The Voice Brasil morre em acidente de carro

Foto: Luiz Armando Vaz / Agência RBS

Inovação

Na Império, Jaques levou para a Avenida personagens como astronautas e ETs no enredo Contatos Imediatos de Terceiro Grau, que deu à agremiação o título de campeã do Carnaval da Capital em 1982.

— Ele foi um grande líder da associação de bairro, mas o lado mais marcante dele foi o Carnaval. Jaques teve uma grande contribuição para a profissionalização do Carnaval, foi um dos responsáveis por revolucionar os enredos e por aproximar a comunidade e as escolas de samba — comentou o comunicador da Rádio Gaúcha Claudio Brito. 

Outra situação muito lembrada pela comunidade carnavalesca relacionada a Jacão, que mostra a sua inovação e criatividade, foi um Carnaval em que a Império da Zona Norte substituiu a ala das baianas por prendas.

Foto: Luiz Armando Vaz / Agência RBS

Premiado

Jacão também foi vereador de Porto Alegre pelo PDT. Ele foi eleito em 1988, com 5.190 votos. Em 2008, recebeu o prêmio Joaquim Felizardo da Secretaria de Cultura, na categoria Manifestação Popular.

Amante de corridas de cavalos, Jacão morou por muitos anos no Sarandi ao lado de sua primeira esposa, Cleia, com quem teve um casal de filhos.

Atualmente, vivia em um sítio no distrito de Águas Claras, em Viamão, com a atual esposa, Isabel Cristina. Além dos filhos, deixa dois netos e duas irmãs. 

* Produção: Carolina Lewis

Leia mais notícias


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros