Metas da ONU são desafio para alunos em primeira missão de Logus - Notícias

Versão mobile

 
 

Genus07/07/2016 | 21h53

Metas da ONU são desafio para alunos em primeira missão de Logus

Estudantes estão desafiados a criar projetos de impacto nas escolas públicas. Os vencedores receberão R$ 2 mil para implementar a ideia

Metas da ONU são desafio para alunos em primeira missão de Logus logusasaga.com.br/Reprodução
Foto: logusasaga.com.br / Reprodução

Passa pela escola o objetivo de tornar o mundo melhor. É por isso que estudantes da rede pública de todo o Rio Grande do Sul estão convidados, na primeira missão de uma gincana pelo conhecimento, a criar projetos de impacto na escola. A inspiração de Genus, desafio lançado no game educativo Logus, é também uma preocupação global: o desenvolvimento sustentável.

Leia mais:
Cursos gratuitos a distância estão ao alcance de alguns cliques
Aluno de Portão é vice-campeão de jogos de raciocínio na Grécia

Para vencer esta etapa inicial e garantir recursos para implementar o projeto, os alunos precisarão se unir em busca de apoio para mudanças positivas no ambiente escolar. Realizada em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), a missão está amparada nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) lançados pela ONU em 2015. Parceiro da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho (FMSS) nesta empreitada, o programa destaca a importância da participação dos jovens.

— São eles que, daqui a alguns anos, estarão nos postos de comando e levarão essa agenda adiante. As crianças e jovens têm a oportunidade de participar da construção de uma nova mentalidade, uma nova visão de mundo. Iniciativas como essa da FMSS são exemplo do que se pode fazer para envolver esse segmento da população. Muitas vezes, crianças e jovens são vistos apenas como beneficiários quando eles também podem ser e são atores nas mudanças — afirma Haroldo Machado Filho, assessor sênior do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud).

Para realizar o desafio, as equipes terão de trabalhar o conceito de sustentabilidade, que vai além da questão ambiental, incorporando também as frentes econômica e social. Os vencedores serão escolhidos por votação online e receberão R$ 2 mil reais para implementar a ideia.

Os alunos poderão inscrever seus projetos de até 18 de julho no site www.logusasaga.com.br. A votação pela internet irá de 20 de julho a 3 de agosto. No dia 5 de agosto, as três ideias mais votadas receberão o prêmio em dinheiro e acumularão até 750 Logus. No final do ano, as equipes que acumularem mais Logus (os pontos do jogo) serão premiadas.

17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU
Os objetivos devem ser implementados por todos os países do mundo até 2030

1) Acabar com a pobreza em todas as suas formas, em todos os lugares
2) Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar, melhorar a nutrição
3) Assegurar uma vida saudável e promover o bem-estar para todos
4) Garantir educação inclusiva, equitativa e de qualidade
5) Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas
6) Garantir disponibilidade e manejo sustentável da água
7) Garantir acesso à energia barata, confiável, sustentável
8) Promover o crescimento econômico sustentado, inclusivo e sustentável
9) Construir infraestrutura resiliente, promover a industrialização inclusiva
10) Reduzir a desigualdade entre os países e dentro deles
11) Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes
12) Assegurar padrões de consumo e produção sustentável
13) Tomar medidas urgentes para combater a mudança do clima
14) Conservar e promover o uso sustentável dos oceanos
15) Proteger, recuperar e promover o uso sustentável as florestas
16) Promover sociedade pacíficas e inclusivas para o desenvolvimento sustentável
17) Fortalecer os mecanismos de implementação e revitalizar a parcela global 

Como participar

– O projeto Logus é aberto a todas as escolas públicas do Rio Grande do Sul

– Estudantes e educadores das redes municipal, estadual e federal podem inscrever suas equipes

– Cada escola pode ser representada apenas por um grupo, que deve ser composto por, no mínimo, 12 integrantes, entre educadores e alunos

– A inscrição deve ser feita exclusivamente pelo site www.logusasaga.com.br

– A participação vai até 26 de novembro

Como funciona

Como uma grande gincana virtual, as equipes terão de cumprir quatro tarefas, lutando para gerar Logus, a energia do conhecimento, necessária para evitar o nascimento de Nulis, o vírus do desinteresse. As escolas poderão iniciar sua participação em qualquer fase do jogo. Porém, quanto maior o engajamento nas missões e em todas as tarefas, maior a chance de ser a equipe vencedora.

1) Cada escola forma uma equipe
2) Cada equipe deve conter um líder aluno, um professor responsável e no mínimo mais 10 integrantes, entre educadores e alunos
3) As equipes competirão em quatro fases de um grande jogo, além de atividades extras: os Graus, Actus, Ludens e Sensus
4) Além de pontuação, as equipes receberão medalhas virtuais que mostrarão as características de cada equipe
5) O jogo conta com uma plataforma digital que comunica as tarefas, o ranking das escolas e as medalhas conquistadas 

Premiação

O jogo terá três principais vencedores, que ganharão prêmios em dinheiro. Para defini-los, será feita a soma do total de pontos no fim do jogo. O máximo que se pode atingir é 5 mil logus. 

1º lugar
R$ 5 mil para a equipe

2º lugar
R$ 3 mil para a equipe

3º lugar
R$ 2 mil para a equipe

Além de premiação final, os três primeiros colocados nas três maiores missões também receberão R$ 2 mil cada.

As missões

Para acumular logus e vencer a competição, as equipes precisarão passar por quatro fases principais. 

1) Sustentabilidade (Genus)
Os participantes terão de criar um projeto baseado em um dos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU e aplicar esse objetivo na escola

2) Leitura (Lectius)
Inscrever um projeto de incentivo à leitura para concorrer ao Prêmio RBS de Educação é o objetivo desta missão bônus

3) Cidadania (Polis)
Tem o objetivo de estimular nos jovens o interesse sobre o conhecimento em política e prevê atividades para despertá-los para uma convivência cidadã

4) Transformação (Vertus)
Propõe aos participantes uma sequência de aprendizados para que transformem um espaço na comunidade onde a escola está inserida 

 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros