Por que a leitura em família é tão importante para crianças e adultos - Notícias

Vers?o mobile

 
 

Sala de aula18/08/2016 | 09h21Atualizada em 19/08/2016 | 19h40

Por que a leitura em família é tão importante para crianças e adultos

Conforme a professora do curso de Letras da Feevale Claudini Fabrícia Maurer, o exemplo é a melhor coisa, pois leitores geram leitores

Por que a leitura em família é tão importante para crianças e adultos Alexandre Oliveira/Arte/DG
Foto: Alexandre Oliveira / Arte/DG

A rotina de ler para os filhos traz ganhos importantes para o desenvolvimento das crianças: 14% de aumento no vocabulário, 27% de crescimento na memória de trabalho e elevação de 25% no índice de crianças sem problemas de mau comportamento.

Esses dados são de uma pesquisa feita pela Universidade de Nova Iorque (NYU), em parceria com o Instituto Alfa e Beto (IAB) e o IDados e foram divulgados recentemente.

De acordo com a professora do curso de Letras da Feevale, Claudini Fabrícia Maurer, a leitura amplia o vocabulário de qualquer pessoa, independentemente da idade, mas exerce um papel fundamental na vida das crianças.

— Por isso é essencial que os pais leiam para os filhos na fase inicial. Essa prática auxilia na comunicação em geral,

ajuda na formação de palavras. Quanto mais ler, mais palavras a criança sabe e aprende a pronunciá-las melhor — explica Claudini.

Leia outras notícias do Sala de Aula

Benefícios

Entre os benefícios do contato com a leitura desde cedo está o fato de que os livros estimulam a criatividade e a imaginação dos pequenos. Segundo a professora, eles começam a conhecer animais, por exemplo, primeiro por meio dos livros e só depois têm o contato real.

— Para as crianças, os livros são um mundo encantado — diz a educadora.

Além disso, a prática da leitura em casa é uma via de mão-dupla: como contribui na formação de pessoas de qualquer idade, quando os adultos leem para os filhos, eles aprendem. Isso também acaba gerando aproximação na família.

Quando começar?

Para Claudini, não existe uma idade específica para que os pais comecem a ler para seus filhos. O mais indicado é que seja desde bebê, mesmo quando eles ainda não aprenderam a falar.

— Só de ouvir a voz dos pais lendo já se cria um vínculo. A dica é começar com leituras breves, mas não deixar de fazer, pois os benefícios são enormes — garante a professora.

Leia também
Mapa da literatura: conheça 10 bibliotecas para ler e tirar livros de graça em Porto Alegre

Ambiente agradável

É fundamental a existência de um ambiente de leitura e estudo dentro de casa. Se você não tem um espaço físico para montar uma sala de estudos, por exemplo, não se preocupe, a ideia não é exatamente essa.

Conforme Claudini, o importante é que os adultos reservem um momento com os filhos para ler – pode ser um livro, uma revista, um jornal – e ajudar as crianças em suas tarefas da escola.

— Os livros em papel perderam espaço para a tecnologia, mas o essencial é não perder o hábito de leitura. Crianças que vivem isso dentro de casa se saem melhor no colégio, inclusive em auxiliar os colegas que tem mais dificuldades — diz Claudini.

E como introduzir o assunto com as crianças?

— Leitores geram leitores. Pais leitores formam filhos leitores. É uma questão de exemplo — conclui a professora.

Produção: Shállon Teobaldo


 
 
 
 
 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros