Pente-fino do INSS: cartas começam a ser enviadas hoje - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

DG Ajuda Você01/09/2016 | 15h19Atualizada em 01/09/2016 | 15h19

Pente-fino do INSS: cartas começam a ser enviadas hoje

Previdência espera economizar R$ 126 milhões por mês com a reversão entre 15% e 20% dos benefícios de auxílio-doença

Pente-fino do INSS: cartas começam a ser enviadas hoje Ricardo Duarte/Agencia RBS
Foto: Ricardo Duarte / Agencia RBS

A partir de hoje, primeiro dia de setembro, os beneficiários do INSS com auxílio-doença ou aposentados por invalidez, com menos de 60 anos, começam a ser convocados por carta registrada para a perícia médica. A partir do momento em que receber este documento, a pessoa terá cinco dias úteis para agendar a perícia pela central de atendimento do INSS, no telefone 135.

Caso o segurado não seja encontrado pelos Correios, haverá uma convocação por edital, em jornal de grande circulação. Se mesmo assim ele não se apresentar, o benefício será suspenso. Quem receber a carta e não marcar a perícia também não receberá mais o dinheiro, que só poderá voltar a ser pago após agendamento de nova perícia. 

Leia outras notícias do dia

O governo vai começar convocando 75 mil pessoas. Estas primeiras cartas são para beneficiários de auxílio-doença que têm até 39 anos de idade e mais de dois anos de benefício sem passar por exame pericial. 

Leia mais
Entenda como será o pente-fino nos beneficiários do INSS e veja se você estará na mira
Recebeu adiantamento do 13º salário? Veja 5 dicas para utilizar a grana

No total, o pente-fino do INSS vai convocar 530 mil beneficiários com auxílio-doença e outros 1,1 milhão de aposentados por invalidez com menos de 60 anos. O agendamento e a convocação das revisões obedecerão a critérios, como a idade do segurado – da menor para a maior –, e o tempo de manutenção do benefício – do maior para o menor. Assim, serão chamados primeiro os segurados mais jovens e que recebem o benefício há mais tempo.

Se você mudou de endereço, é bom atualizá-lo junto ao INSS. Isso pode ser feito pela central de atendimento 135 ou pela internet, no site. O INSS espera economizar R$ 126 milhões por mês com a reversão entre 15% e 20% dos benefícios de auxílio-doença. 


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • edsonnemoto

    edsonnemoto

    edson nemotoNovas regras passarão a valer para trabalhadores com idade até 50 anos https://t.co/YugE6YaqVT via @diario_gauchohá 8 horas Retweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros