Campanha arrecada R$ 15 mil e ajuda cachorrinho que foi mutilado para parecer fêmea - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Bicharada14/10/2016 | 17h56Atualizada em 14/10/2016 | 17h56

Campanha arrecada R$ 15 mil e ajuda cachorrinho que foi mutilado para parecer fêmea

Tião precisou passar por duas cirurgias para que tivesse o prepúcio reconstituído pelos veterinários 

Campanha arrecada R$ 15 mil e ajuda cachorrinho que foi mutilado para parecer fêmea Facebook / Reprodução/Reprodução
Foto: Facebook / Reprodução / Reprodução
Diário Gaúcho
Diário Gaúcho

Um cãozinho passou por maus bocados depois de ser mutilado, em setembro deste ano. Tião, nome que recebeu na clínica veterinária onde está, foi negociado por R$ 350 pela internet como se fosse uma fêmea.

Mas logo sua nova dona percebeu que havia algo errado: ele não comia, não fazia xixi e passava o tempo todo chorando. Ao mostrar "a cachorrinha" para uma amiga, identificaram que tratava-se, na verdade, de um macho que teve o prepúcio (parte que fica em volta do pênis) retirado.

Prontamente o animal, que tinha cerca de 15 dias de vida, foi levado à clínica veterinária Clubinho do Pet, localizada na região central de São Paulo. Por lá, precisou ser submetido a duas cirurgias, com o custo de R$ 15 mil.

Leia mais
Cachorrinho que precisa usar óculos faz sucesso na internet
8 cuidados que você deve ter com quando sua mascote estiver esperando filhotes

Porém, se alguém pensa que o bichinho foi deixado de lado por conta disso, se engana. Um doador anônimo pagou a primeira cirurgia e uma campanha na internet foi feita para custear a segunda.

— Ele foi operado e depois ficou na UTI. Um outro cirurgião reconstituiu o prepúcio, mas a cirurgia não deu muito certo porque casos assim são raros. Agora o médico está esperando para fazer a nova cirurgia. Tirando o fato de que ele precisa ficar com o pênis protegido, ele é um cachorro feliz — contou a adestradora Andrea Behmer, sócia do Clubinho do Pet, ao jornal Extra.

De acordo com a Folha de São Paulo, um boletim de ocorrência foi registrado, denunciando o vendedor, que não foi localizado. A compradora também precisou abrir mão do cãozinho.

— É uma pessoa simples. Há custos e todo um cuidado que precisa manter com o Tião — explicou Andrea, argumentando que o animal precisa ficar em um lugar limpo, para evitar infecções, além de cuidados para que não se machuque.

Tião também precisará passar por mais uma cirurgia, daqui alguns meses, e depois deverá ser colocado para adoção. Nos vídeos abaixo, publicados pelo Clubinho do Pet no Facebook, é possível notar que o bichinho consegue se alimentar bem e adora uma folia.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • SebaTche

    SebaTche

    Sebastian Ramires@dom_babante @diario_gaucho @Holandes2V Aí as vezes durmo durantehá 57 minutosRetweet
  • andiamomeno

    andiamomeno

    Zeca@diario_gaucho A Direita sonegadora e golpista tirando sarro do povo com os crimes do Temer, com provas materiais?há 1 horaRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros