Dentista realiza sonho de menino de seis anos: ter dentes iguais aos dos coleguinhas - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Voltou a sorrir24/10/2016 | 15h44Atualizada em 25/10/2016 | 09h32

Dentista realiza sonho de menino de seis anos: ter dentes iguais aos dos coleguinhas

Caso aconteceu na Bahia e repercutiu bastante nas redes sociais

Dentista realiza sonho de menino de seis anos: ter dentes iguais aos dos coleguinhas Reprodução / Facebook/Facebook
Ryan está feliz da vida com o novo sorriso Foto: Reprodução / Facebook / Facebook
Ana Karina Giacomelli
Ana Karina Giacomelli

ana.karina@diariogaucho.com.br

A atitude de uma dentista mudou a vida de um menino de apenas seis anos na Bahia. Ao participar de uma ação social em escola da zona rural de Guajeru, distante 613km de Salvador, Amanda Mattos, 25 anos, conheceu o pequeno Ryan, que não tinha nenhum dente na arcada superior.

Enquanto realizava uma série de consultas no local, a especialista aproveitou para conversar com o menino, que lhe revelou o seu maior desejo: ter dentes iguais aos dos coleguinhas. Sem hesitar, Amanda procurou a mãe de Ryan para lhe oferecer o tratamento de graça.

Leia mais
Andrielly tem um desejo: conseguir andar de chinelos
Ex-morador de rua se torna tricampeão gaúcho de boxe e quer o Brasileiro
Conheça MC William, que não se intimida com a limitação física e batalha pelo sonho da música

Em entrevista ao Diário Gaúcho, Amanda conta que Ryan perdeu os dentes aos três anos por cárie precoce. Segundo a dentista, que costuma participar de ações de saúde em zonas precárias, pessoas mais carentes acabam cuidando menos da higiene e a alimentação tende a ser mais cariogênica, com grande quantidade de açúcar na composição.

— As extrações dos dentinhos começaram quando ele tinha dois anos e meio. Aos três já não tinha mais nenhum dente na arcada superior. Agora, será preciso extrair os dentes inferiores também — explica.

Foto: Reprodução / Facebook

Amanda diz que ficou surpresa quando conheceu o menino. Segundo os professores do colégio, Ryan sempre foi muito fechado, tinha dificuldades para falar, não pronunciava algumas palavrar direito, e costumava ficar afastado dos colegas. Parecia ser uma criança tímida.

— Levei um susto quando vi a falta de dentes na sua boca. Em adultos é mais normal isso acontecer, mas em uma criança de seis anos? Até então, tinha visto apenas em livros — afirma.

Segundo a especialista, além da dificuldade para se alimentar e falar, Ryan sofria por ser diferente dos outros alunos. Agora, recebe até elogios:

— Vou custear esse tratamento com o maior prazer. Não tem preço ver a felicidade do Ryan. Ele não para de sorrir. Sem contar que a relação social com as outras crianças melhorou muito. Todos os coleguinhas o abraçaram e disseram que ele está mais bonito.

Ryan se emocionou ao ver o resultado Foto: Reprodução / Facebook

Amanda publicou a história no Facebook e foi aplaudida por vários usuários que se comoveram com a atitude. Até o início desta tarde, a publicação na rede social estava com 51 mil compartilhamentos e 28 mil comentários.

— Estou feliz demais com o resultado do procedimento. Ryan chegou a chorar ao se olhar no espelho e ver os dentinhos. Quis compartilhar essa emoção com os meus amigos. Não imaginava que a história iria repercutir tanto — comenta.

Desde a publicação, a dentista tem recebido inúmeras mensagens de mães relatando episódios parecidos com seus filhos. Infelizmente, Amanda não tem como ajudar todas as crianças que precisam de algum tratamento, mas faz um alerta:

— Seria bom se todo profissional olhasse mais para os lados e não deixasse esse tipo de situação passar em branco. Para muitos, é natural ver casos como o do Ryan. Mas não deveria ser.

A felicidade no olhar de Amanda e Ryan Foto: Reprodução / Facebook

O problema

Ryan perdeu praticamente todos os dentinhos de leite devido a cárie precoce. Pela cronologia, a dentição permanente deveria nascer, mas o menino tem ausência de vários dentes. Por isso, será necessário um acompanhamento e trocas de prótese até a fase adulta, quando poderá realizar os implantes. A ausência dos dentes permanentes pode se dar por fatores genéticos ou ambientais.
A agenesia (caracterizada pela ausência de um ou mais dentes na arcada) é um problema comum, porém, no caso de Ryan, são agenesias dentárias múltiplas.


Leia outras notícias



 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • brunagou

    brunagou

    Bruna Goularthttps://t.co/rH0h35XYM4 via @diario_gauchohá 22 minutosRetweet
  • SheilaSabino

    SheilaSabino

    Sheila"A loira, que é considerada ícone da chamada música brega, é bem mais do que esse rótulo simplista." - Diário Gaúcho.há 1 horaRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros