Desempregado? Saiba o que esperar das vagas temporárias no fim do ano - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Mercado de trabalho18/10/2016 | 08h06Atualizada em 18/10/2016 | 20h56

Desempregado? Saiba o que esperar das vagas temporárias no fim do ano

Faltando pouco mais de dois meses para a data máxima do comércio, a expectativa não é boa

Desempregado? Saiba o que esperar das vagas temporárias no fim do ano Julio Cavalheiro/Agencia RBS
Retração da economia é um dos motivos Foto: Julio Cavalheiro / Agencia RBS

Com o desemprego batendo recordes, a esperança de conseguir uma oportunidade de trabalho temporária no fim do ano seria a luz no fim do túnel para os 11,8% de brasileiros que estão sem emprego, percentual de agosto do IBGE e maior taxa da série da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), que teve início no primeiro trimestre de 2012. 

Mas a notícia que chega quando faltam pouco mais de dois meses para o Natal não é boa para o grupo de 12 milhões de desocupados no país: devem ser criadas apenas 27 mil vagas temporárias no fim deste ano levando em consideração os setores do varejo e de serviços. O dado é de levantamento feito nas 27 capitais e no interior do país pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Oito em cada dez empresários (84,6%) disseram que não pretendem recrutar novos funcionários, incluindo os temporários. 

Leia outras notícias do dia

A Federação Nacional das Empresas de Terceirização e de Trabalho Temporário (Fenaserhtt) informa um número maior porque considera também o setor industrial, e não apenas serviços e comércio.

Conforme a pesquisa da entidade, 101 mil empregados temporários devem ser contratados, mas, se confirmado, este será o pior dado já registrado desde 2006 e 3% inferior às contratações do ano passado. A retração da economia brasileira aparece como um dos principais motivos para esta pisada no freio dos empresários.

Pertinho

Gestor da agência de emprego Manpower, na Capital, Guilherme Lopes destaca que neste ano, assim como em 2015, as contratações serão confirmadas mais perto do Natal, e não em outubro, como costumava acontecer anos atrás:– Esta é a tendência de grande parte dos nossos clientes do varejo: deixar para contratar mais perto da data. As maiores empresas estão, no momento, planejando as contratações, e não fazendo. Entre os temporários, 5 mil devem ser efetivados, conforme a pesquisa da Fenaserhtt. 

Leia mais
Concursos públicos no RS têm 243 vagas com salários de até R$ 14 mil
Saiba como manter os preços competitivos e atrair clientes para o seu negócio

Presidente da entidade, Vander Morales destaca que novembro deverá concentrar a maior incidência de contratações, principalmente, nos segmentos de eletrônicos, vestuário e acessórios. 

A reportagem do DG tem feito contato com agências de emprego de Porto Alegre e cidades da Região Metropolitana que costumam chamar trabalhadores para vagas temporárias, mas não há seleções abertas.


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • 13h25m

    13h25m

    RT @sufloresantos: Feliz pq depois de anos, amanhã ao comprar o Diário Gaúcho vai vir um pôster do Grêmio 😂😂😂há 1 horaRetweet
  • juniormypride

    juniormypride

    kelly@_etyenewergutz tu quando era pequena, parecia ela kkkkkkkkkkkkkkk correio do povo, famoso diário gauchohá 1 horaRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros