Manoel Soares: "Sou o filho da Dona Ivanete" - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Papo reto15/10/2016 | 10h02Atualizada em 15/10/2016 | 10h02

Manoel Soares: "Sou o filho da Dona Ivanete"

Manoel lembra da importância que a mãe tem em sua vida 

Hoje eu tenho muita gente me elogiando, curtindo meu trabalho e dizendo que a minha mãe deve ter orgulho de mim. Mas, na verdade, tenho muita coisa para me envergonhar. Por exemplo, um momento vivido na infância. Eu tinha uns 12 anos e minha mãe era gari na cidade onde morávamos. 

Leia outras colunas do Manoel Soares

Na escola, os colegas volta e meia faziam piadas com o fato de a minha mãe ser a mulher que varria a rua. Eu chorava de raiva e tinha verdadeiro ódio daquelas roupas cor de abóbora e verde-limão que ela usava. Minha mãe levantava às cinco da manhã, comprava o pão mais barato em uma padaria que vendia os pães do dia anterior a um preço mais baixo e deixava o leite quente. Quando eu acordava para ir à aula, tudo já estava pronto. 

Leia outras notícias do dia

Um dia, saindo da aula, do outro lado da rua, estava minha mãe varrendo. Os colegas começaram a tirar onda da minha cara e acabei fazendo algo de que me arrependo e me envergonho até hoje: fingi que minha mãe não era minha mãe. Quando um colega me perguntou: "Manoel, aquela não é a sua mãe?", eu respondi: "Que minha mãe meu, tá maluco?". 

Manoel, o filho da Dona Ivanete Foto: Divulgação / Arquivo Pessoal

Valorização

Tive a impressão de que ela me olhou, mas eu sai às pressas, sem olhar para trás. Até hoje, não sei se ela notou o que fiz, mas, sempre que lembro, sinto vergonha de mim mesmo. Hoje, faço questão de valorizar e dar todo reconhecimento aos esforços da minha coroa, pois foi daquela vassoura que saiu o negão que escreve este texto. 

Leia mais:
Golfista gaúcho conquista mundial de golfe juvenil
Francine ganhou as palmilhas ortopédicas e sonho de dançar balé está mais próximo
Pesquisa mostra que um terço dos aposentados acima dos 60 anos estão trabalhando

Por isso que, quando me perguntam em entrevistas o que eu sou, não digo que sou repórter nem escritor nem colunista. Digo o que deveria ter dito naquele dia: sou o filho da Dona Ivanete.


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • edsonnemoto

    edsonnemoto

    edson nemotoNovas regras passarão a valer para trabalhadores com idade até 50 anos https://t.co/YugE6YaqVT via @diario_gauchohá 8 horas Retweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros