Campeão de gastos com diárias está foragido após operação deflagrada pelo Ministério Público - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Alvorada09/11/2016 | 12h39Atualizada em 09/11/2016 | 13h48

Campeão de gastos com diárias está foragido após operação deflagrada pelo Ministério Público

Vanio Presa é alvo da Operação Alderman que o investiga por chefiar uma quadrilha de lavagem de dinheiro

O campeão de gastos com diárias de viagem na Região Metropolitana, o vereador de Alvorada, Vanio Presa (PMDB), está foragido. A Justiça decretou prisão preventiva do parlamentar por suspeita de chefiar uma quadrilha de lavagem de dinheiro. Ele não foi encontrado durante a Operação Alderman, deflagrada ontem pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul, que o investiga desde março por envolvimento em diversos crimes. 

Segundo o que foi apurado pelo MP, o vereador chefiava um grupo criminoso para disfarçar a origem do dinheiro de crimes licitatórios, contra administração, tráfico de drogas e agiotagem. A investigação aponta que ele colocava bens em nome de terceiros e utilizava pizzarias para lavar o capital.

Leia mais:
Os 10 vereadores da Região Metropolitana que mais receberam diárias de viagem
Vereadores da Região Metropolitana gastaram R$ 2,4 milhões com diárias de viagem desde 2013 

A Operação Alderman – vereador em inglês –, cumpriu também sete mandados de busca e apreensão em escritórios de contabilidade, pizzarias, uma residência e veículos. Coordenado pelos promotores de Justiça Marcelo Tubino e Rochelle Jelinek, o trabalho foi feito pela Promotoria de Justiça Criminal, Especializada e Eleitoral de Alvorada, do Grupo Especializado de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) e do Núcleo de Inteligência do Ministério Público (Nimp).

A Justiça decretou prisão preventiva do vereador devido a suas tentativas de obstrução da investigação. Entre os argumentos do mandato, também estão garantia da ordem econômica, aplicação da lei penal e garantia da ordem pública. Ele também foi afastado do cargo de vereador. Outras quatro pessoas investigadas terão que pagar fiança nos valores de R$ 5 mil a R$ 30 mil. O grupo criminoso teve seus bens bloqueados em contas correntes, imóvel no Litoral Norte gaúcho e dois imóveis em Alvorada, além de cinco veículos.

Vanio já é investigado por desvio de verbas em diárias de viagem em um inquérito aberto pelo Ministério Público em setembro deste ano, após a publicação da série de reportagens Raio-X das Diárias pelos jornais Diário Gaúcho e Zero Hora.

Um levantamento inédito apontou que Vanio foi o vereador que mais recebeu diárias em relação a todos os demais parlamentares de 12 Câmaras da Região Metropolitana. Em 37 viagens feitas em três anos e meio, Vanio Presa (PMDB) consumiu R$ 55.658,50. Sozinho, gastou mais do que todos os parlamentares de Canoas gastaram em três anos e meio: R$ 44,3 mil.

Vanio presa já responde a ações judiciais de por fraudes em licitações e também é investigado por ter "assessores fantasmas", que recebiam remuneração pela Câmara de Vereadores, mas trabalhavam nas pizzarias do vereador. A reportagem tentou contato com Vanio Presa mas o celular do vereador está desligado. 


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • diario_gaucho

    diario_gaucho

    Diário GaúchoMissa de sétimo dia homenageia as 71 vítimas do acidente com avião da Chapecoense https://t.co/0A2E2J9sp2 https://t.co/3JEvK5fFLEhá 35 segundosRetweet
  • omartinns

    omartinns

    NICOLAS MARTINS RT @henriqdp: separando 1 real pra comprar o diário gaúcho com o poster do gremio amanhãhá 10 minutosRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros