Manoel Soares: Nas quebradas, o golpe já é vivido há muito tempo" - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Opinião26/11/2016 | 08h08Atualizada em 26/11/2016 | 08h08

Manoel Soares: Nas quebradas, o golpe já é vivido há muito tempo"

Manoel Soares comenta as dificuldades de quem vive nas favelas

Manoel Soares: Nas quebradas, o golpe já é vivido há muito tempo"  /
Foto: /

Nesta sexta-feira, um militante político veio a mim reclamando que nós, moradores de favelas, não lutamos contra os golpes que o Brasil tem sofrido e tal. Nem vou entrar no mérito se foi ou não golpe, porque esse papo já passou e agora o que resta é aceitar e rezar para que tudo dê certo. Mas a real é que o asfalto, pela primeira vez, sentiu o impacto de um "golpe". 

Leia outras colunas do Manoel Soares

Nós, nas quebradas, vivemos isso há muito tempo. Talvez, seja por isso que não surtamos tanto. Acham que estou maluco? Explico: toda vez que um novo traficante ou facção toma a comunidade onde moramos, tudo muda, assim como muda quando um novo governo assume. Às vezes, o novo chefe do tráfico, para mostrar que tem poder, mata pessoas de maneira cruel. Às vezes, para mostrar que é "bandido consciente", paga festa de fim de ano. Às vezes, promove baile funk e, com seus soldados, tira a virgindade de um monte de "novinhas" – os pais precisam ficar quietos por medo. 

Os golpes no país de chão batido são mais constantes e letais do que os do asfalto. Não existe espaço para militantes apaixonados ou indignados, nos resta aceitar e não tomar partido, para não morrer. 

É rotina

Quando esses golpes acontecem, raramente quem mora em suas casas confortáveis sai para protestar e lutar por nós. O que rola é, geralmente, torcerem o nariz quando a empregada chega atrasada porque teve tiroteio na sua rua. 

O que alguns chamam de crime, nós chamamos de rotina. O que alguns chamam de crise, nós chamamos de rotina. O que alguns chamam de golpe, nós chamamos de rotina.


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • pfvrxx

    pfvrxx

    narina talvez marina@jugarciarp @falandocarioca @GauchoFalando @10Ronaldinho @diario_gaucho @JornaldoAlmoco_ @_OrgulhoGaucho @RdGaucha @Rafagaucho @vibeoutonohá 26 minutosRetweet
  • jugarciarp

    jugarciarp

    maio, junho, Júlia..@pfvrxx @falandocarioca @GauchoFalando @10Ronaldinho @diario_gaucho @JornaldoAlmoco_ @_OrgulhoGauchohá 28 minutosRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros