Em casa ou na padaria? Escolha a melhor opção para assar o peru de Natal da sua família - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Esquentado o forno20/12/2016 | 17h15Atualizada em 20/12/2016 | 17h17

Em casa ou na padaria? Escolha a melhor opção para assar o peru de Natal da sua família

Muitas padarias aceitam encomendas para assar aves para a ceia. A opção pode ser mais interessante do que fazer em casa.

Em casa ou na padaria? Escolha a melhor opção para assar o peru de Natal da sua família Divulgação/Divulgação
Foto: Divulgação / Divulgação

Caso você ainda não saiba como vai assar o peru (ou outra ave) para a ceia de Natal, é melhor se decidir logo. Isso porque uma das opções mais adotadas por quem procura evitar dor de cabeça já entrou em campo: as padarias, que alugam os fornos para o assado.

Foto: Agência RBS / Agência RBS

A reportagem fez contato com padarias de Porto Alegre. Na média, deve ser cobrado um valor em torno de R$ 40 para o serviço. O cliente tem de entregar a ave descongelada até o limite definido por cada estabelecimento.

Assadeira

Somente o preço não é parâmetro para decidir, é evidente que assar fora é mais caro. Basta lembrar que o preço médio do botijão de gás de 13kg, segundo a ANP, é de R$ 61,33 na Capital. Ou seja, perto do valor cobrado para assar na padaria. Comparar com o forno elétrico também é covardia. Segundo simulação no site da CEEE, três horas de uso têm custo inferior a R$ 3 na conta de energia. Mas assar em casa exige tempo e cuidado. É isso que deve pesar na escolha, ou não, da padaria.

– É preciso pré-aquecer o forno para depois colocar a ave. Também se deve envelopar com papel-alumínio para evitar torrar por fora e deixar cru por dentro. Leva-se, fácil, umas duas horas para, depois, descobrir a ave, pincelar com manteiga e devolver ao forno para dourar – alerta o professor de Gastronomia do Senac Bruno Ivanoff.

Leia mais
Veja dicas para economizar na compra da cerveja em época de festas
Decoração de Natal com poucos gastos usando pinhas, luzes e bolinhas

Tudo isso sem contar os temperos. O professor alerta que se deve cuidar o tamanho do forno, para não descobrir na última hora que a ave não cabe nele. E as bordas da assadeira precisam ser altas para que o caldo não escorra e suje todo o forno por dentro. 

Confira, a seguir, as vantagens e desvantagens de assar o peru em casa e na padaria.

Confira as últimas Barbada ZH

Peru assado em casa

Vantagens
- Você sabe como foi assado, controla todo o processo.
- Sai muito mais barato. Basta lembrar que mandar assar fora custa mais da metade do preço de um botijão inteiro de gás de 13kg.
- Torna-se uma espécie de aquecimento para a ceia e, se a família for envolvida, pode ser ainda uma missão divertida.

Desvantagens
- É preciso ter tempo para monitorar o assado, pelo menos três horas no processo todo.
- O forno de casa pode não dar conta, é preciso já ter sido testado.
- Há o risco de se perder o ponto, como ficar assado por fora e cru por dentro.
- É preciso ter utensílios para a missão em casa: a assadeira, por exemplo, precisa ter bordas altas para o caldo não transbordar.
- A correria é maior, exige antecipação das outras tarefas para a ceia.

Peru assado na padaria

Vantagens
- Ganha-se tempo na antevéspera ou véspera de Natal para preparar outros itens da ceia ou arrumar a casa para esperar os convidados.
- O forno da padaria é profissional, o assado tem tudo para ser perfeito, sem erros no ponto.
- Garantia de que a estrela da ceia não vai decepcionar, o que sempre é uma tensão na vida de quem prepara o assado em casa.

Desvantagens
- Sai mais caro.
- Você precisa se organizar bem: as padarias têm prazo para aceitar os perus. Ligue antes e se informe.
- Levar e buscar o peru pode ser um incômodo, ainda mais se você mora longe da padaria. Melhor não contar com ônibus nessa hora.

 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • RafaelPachecorp

    RafaelPachecorp

    Rafael PachecoZé Victor Castiel: "Medeiros e o Inter" - Inter - Esporte - Diário Gaúcho https://t.co/xoSdw2Hdvvhá 54 minutosRetweet
  • Grupo_RBS

    Grupo_RBS

    Grupo RBS.@diario_gaucho https://t.co/iV0LfaEANehá 7 horas Retweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros