Confira dicas para economizar em festas de aniversário de crianças  - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Barbada ZH09/02/2017 | 17h00Atualizada em 09/02/2017 | 17h23

Confira dicas para economizar em festas de aniversário de crianças 

Fazer a decoração e a festa em casa são conselhos de especialistas  

Confira dicas para economizar em festas de aniversário de crianças  Divulgação/Internet
Foto: Divulgação / Internet

Quem já fez festa de criança sabe: não é simples (e nem barato) como fazer um bolinho. A lista de convidados sai de controle num piscar de olhos, a encomenda de docinhos cresce numa rapidez inacreditável e, quando dá-se por conta, já estão todos num salão de festas com cama elástica, recreadores, fartura de comida e bebida -  e a dívida que é capaz de durar até o próximo aniversário. 

Foto: Agência RBS / Agência RBS

Fazer uma festa infantil não precisa ser um sofrimento ou representar grandes investimentos do orçamento familiar. Para isso, separamos alguns conselhos de especialistas para poupar no evento. As dicas são de Graça Kurylo, organizadora de eventos e diretora social do núcleo gaúcho da Associação Brasileira de Empresas de Eventos (ABEOC), e de Bárbara Borochedes, blogueira e administradora da Mãe em Festa, empresa focada em organização de festas infantis. 

— Prefira horários alternativos: fugir das festas que começam no meio da tarde é uma chance de economizar no aluguel de espaços. Festas entre 11h e 14h ocupam o horário menos valorizado dos salões e representam economia na hora de alugar. 

— Critério na hora de convidar: cada vez mais as festas infantis são restritas às crianças. Ao convidar colegas da turma da escola, deixe claro no convite que é uma festa exclusiva aos pequenos. Não é necessário convidar pais ou professores. Diminuir a lista de convidados é chave para economizar nas acomodações e alimentação.

— Deixe para lá o convite de papel: Há sites que fazem convites personalizáveis online e você pode compartilhar em grupos do WhatsApp, criar evento no Facebook, direcionar aos convidados especificamente. Diminui o custo impresso do papel, além de ser sustentável. 

— Festas menores: foi-se o tempo de grandes festas com pula-pula e cama elástica. Para crianças entre sete e onze anos, convide os amigos e amigas mais próximos do aniversariante, até dez crianças, e promova uma noite do pijama ou piquenique. Existem, inclusive, empresas especializadas em aluguel de cabaninhas para noite do pijama, tal qual as dos sonhos das crianças. Para os mais agitados, alugar videogames e fazer uma tarde em casa também pode ser uma pedida econômica. 

— Reaproveite o que já tem: bandejas e suportes que você tenha em casa podem ser aproveitados na decoração da mesa ou, se for investir, procure escolher objetos que possa usar na própria decoração da casa depois. Para servir, nada de comilança exagerada: porções pequenas de aperitivos bastam.

— Brinquedos na festa: no caso de festas temáticas de personagens, é costumeiro que a criança já tenha alguma figura ou representação, um boneco, posters, itens que podem ser transformados em decoração. Caso um boneco de super-herói seja o presente, por exemplo, antecipe a entrega e depois use o brinquedo na decoração.

— Planeje atividades: Se quiser poupar na recreação, uma ideia é promover oficinas de atividades manuais, a fabricação de um brinquedo ou uma sobremesa. Cupcakes, gelatinas e brinquedos simples podem ser feitos em uma tarde e envolvem as crianças na ação. Brincadeiras de roda e balão surpresa também estão em alta.

— O máximo da lembrancinha: aproveite a oportunidade de reutilizar lembrancinhas. Elas podem ser lúdicas ou comestíveis - o que as torna úteis para os convidados da festa, que as levam para casa. Você pode buscar brinquedos ou comidinhas em pequenas porções, como doces, usar na decoração da mesa e depois distribuir aos convidados. 

Leia mais:
Veja 10 dicas para poupar na compra do material escolar
Não gostou do presente? Veja seus direitos para fazer a troca 

Produção: Camilla Pereira

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros