Esteio lança programa para captar e capacitar voluntários - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Solidariedade20/02/2017 | 09h00Atualizada em 20/02/2017 | 09h00

Esteio lança programa para captar e capacitar voluntários

Conta Comigo é o nome do programa que vai buscar e organizar o trabalho voluntário em várias áreas da cidade

Esteio lança programa para captar e capacitar voluntários Bruno Alencastro/Agencia RBS
Tiago (E) e Matheus passarão por capacitação para continuar com projeto no Parque Primavera Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS

Se os inúmeros alagamentos pelos quais a cidade de Esteio já passou em sua história de 62 anos deixaram alguma marca positiva, é bem provável que seja a força de sua gente. Nos momentos de dificuldades, dezenas de voluntários sempre se apresentaram para cozinhar aos desalojados, separar donativos no Ginásio Municipal, ou oferecer uma mão amiga a quem perdeu tudo diante da força da água.

É contando com essa característica da população que a prefeitura de Esteio lança nesta segunda-feira o programa Conta Comigo. A proposta é captar e capacitar voluntários para atuação em diferentes atividades no município.

Leia mais:
Faltam menos de R$ 1 mil para Monette poder trazer os filhos mais velhos do Haiti para o Brasil
Andarilha do Bem: conheça a mulher que já viajou mais de 100 mil quilômetros para ajudar aos outros


— A gente não acredita em transformação social sem o envolvimento de todos. Essa mão de obra é fundamental para o desenvolvimento da cidade — observa a secretária de Cidadania e Desenvolvimento Social, Tatiana Tanara.

Tatiana lembra que, no terceiro dia de governo, no início de janeiro, Esteio passou por uma chuvarada e, em 24 horas, 70 pessoas procuraram o poder público para oferecer ajuda diante da ameaça de enchente.

Como vai ser

Num link que estará disponível a partir desta segunda-feira no site da prefeitura (www.esteio.rs.gov.br) será possível fazer o cadastramento de pessoas interessadas em colaborar em diferentes atividades de órgãos da prefeitura e de entidades parceiras. O programa é voltado a pessoas com idade a partir de 18 anos. Por tratar-se de voluntariado, o programa tem custo zero.

Após o cadastramento, os interessados receberão uma capacitação com a duração de quatro horas, oferecida pela Secretaria Municipal de Cidadania e Desenvolvimento Social (SMCDS). Passam por entrevista e assinam um contrato no qual ficam expressas as responsabilidades. Depois, serão direcionados para trabalhos de acordo com as suas competências e habilidades.

Leia outras notícias

De acordo com Tatiana, as secretarias já estão mapeando espaços que poderão ser ocupados por voluntários. Haverá um grupo específico para atuação em situações de emergência, como em enchentes — e que receberá treinamento da Defesa Civil —, mas também em secretarias como Meio Ambiente, Obras, Cultura, assistência social, entre outras.

— A ideia é chamarmos os cidadãos de Esteio e cidades próximas, de diferentes áreas e conhecimentos, para atuarem conosco para o desenvolvimento de vários projetos — destaca Tatiana.O Conta Comigo será lançado hoje, no saguão da prefeitura, às 9h.

Meninos e meninas empenhados com o esporte Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS

Em busca de material esportivo e lanche

Antes mesmo do lançamento do programa, o líder de produção Tiago Luciano dos Santos Inácio, 32 anos, criador do Projeto Audax, já vem desenvolvendo um trabalho voluntário com o amigo Matheus Santos, 24 anos, que oferece aulas de futebol para 40 crianças e adolescentes de cinco a 17 anos do Parque Primavera, em Esteio.

No time Audax, criado há pouco mais de um ano, os jogadores têm mais de 35 anos. A participação em campeonatos de futebol amador atraiu as famílias, até que Tiago pensou em começar a treinar os filhos dos jogadores. Ao receber o convite da prefeitura para ocupar a quadra do Centro de Convivência Território de Paz, no Parque Primavera, Tiago, uma liderança do bairro, encontrou a oportunidade para colocar a ideia em prática.

— Eu passava aqui e via esse espaço vago, sem ninguém — lembra.

Treinos são às quartas-feiras Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS

Além do lazer e da prática esportiva, Tiago — que em breve passará por uma capacitação para seguir atuando como voluntário — imagina que a atividade terá efeito positivo na vida futura de meninos e meninas.

— Vai reverter na escola, na vida. Certamente serão trabalhadores, pessoas honestas — avalia.

Cinco dos nove filhos da dona de casa Maurícia Alessandra Freitas Luz, 40 anos, estão participando das aulas. Um deles é Lucas, sete anos, que tem problemas motores, devido à paralisia cerebral. Para participar, um dos irmãos leva o menino em um suporte inclusivo multifuncional. O Diário Gaúcho contou a história do menino em julho de 2014.

— É bom ele participar porque estimula as perninhas dele, movimenta o corpo e não atrofia — observa a mãe.

Maurícia contente com a participação do filho Lucas e dos irmãos Foto: Bruno Alencastro / Agencia RBS

No momento, Tiago busca apoio de alguma padaria para garantir os pães para o lanche oferecido à criançada, além de material esportivo. Embora a empolgação pelo esporte seja grande, metade dos participantes joga bola de pés descalços. Interessados poderão contatar com Tiago pelo 99925-9582.


 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros