Giane Guerra alerta: pense mil vezes antes de emprestar o seu nome - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Acerto de Conta$18/04/2017 | 08h15Atualizada em 18/04/2017 | 08h15

Giane Guerra alerta: pense mil vezes antes de emprestar o seu nome

Não há garantias legais para quem empresta o nome. A dívida, perante a Justiça, pertence a quem emprestou e não a quem realizou a compra

Giane Guerra alerta: pense mil vezes antes de emprestar o seu nome Mateus Bruxel/Agencia RBS
Foto: Mateus Bruxel / Agencia RBS

A Região Sul está com mais de 8 milhões de inadimplentes. É quase quatro em cada dez adultos. O dado é do SPC Brasil. E a coluna destaca aqui alguns pontos da pesquisa para voltar a bater em um problema antigo que discutimos aqui: 

/// 17% dos entrevistados ficaram inadimplentes por terem emprestado o nome para terceiros

/// 32% não sabiam o valor que seria usado

/// 18% tinham acordado um valor, mas a pessoa fez uma dívida maior

/// 47% tiveram que pagar pelo menos parte da dívida

/// 56% tiveram que fazer algo para limpar o nome, como cortar gastos ou usar reserva financeira

/// 43% não cobraram do devedor o dinheiro que gastaram

/// 24% voltam a emprestar o nome, principalmente para evitar mágoas (!!!!)

O empréstimo do nome para terceiros dificilmente termina bem. Pensa comigo: se uma pessoa pede o nome emprestado para você é porque ela não está conseguindo crédito com o nome dela. E isso ocorre quando a pessoa não consegue comprar renda ou porque não pagou uma dívida anterior. 

Leia outras colunas de Giane Guerra

Veja o que acontece com você quando empresta o nome e a pessoa não paga a conta: o inadimplente não pode financiar veículo ou imóvel, fazer um empréstimo, adquirir cartão de crédito e contratar serviços como plano de tevê por assinatura ou celular pós-pago. Além disso, não há garantias legais para quem empresta o nome. 

A dívida, perante a Justiça, pertence a quem emprestou e não a quem realizou a compra de produtos ou serviços. O inadimplente pode ser acionado judicialmente, o que resultará em custos processuais, além da dívida propriamente dita.


 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • diario_av

    diario_av

    Diário do Alto ValeSaletenses competirão no Dia do Desafio com os moradores de Paulo Bento. https://t.co/MPtDT2GKIdhá 30 minutosRetweet
  • diario_av

    diario_av

    Diário do Alto ValeSalete disputará desafio com município gaúcho. https://t.co/c1MO854LdA https://t.co/zXmYfIqhOqhá 30 minutosRetweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros