Manoel Soares descreve o Baile da Favela - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Papo Reto22/04/2017 | 08h02Atualizada em 22/04/2017 | 08h02

Manoel Soares descreve o Baile da Favela

Colunista do Diário Gaúcho comenta problemas dos jovens que vivem nas periferias

Manoel Soares descreve o Baile da Favela  /
Foto: /

Na semana que passou, só se ouviu falar no tal desafio da Baleia Azul, uma mania na internet que, em 50 etapas, pode levar jovens ao suicídio. Depois de escutar muitos especialistas, cheguei à conclusão de que, quando os pais estão atentos e próximos dos filhos, não somente fisicamente, mas de maneira geral, estas armadilhas não têm vez. 

Leia outras colunas do Manoel Soares

Para minha surpresa, jovens de favelas e periferias aqui do nosso Estado até conheciam, mas não se preocupavam com a Baleia Azul. Não que o jovem favelado esteja imune ao suicídio, mas entendi que a favela já tem suas baleias suicidas. Cada vez que um adolescente se aproxima de uma facção criminosa, cada vez que decide usar um droga que sabe que é mortal ou tem atitudes que sabe claramente que colocarão sua vida em risco, ele está se matando aos poucos. 

Uma das causas mais apontadas por quem tentou se matar é a impressão de que sua vida não tem perspectiva. Os jovens das periferias que se aproximam do crime vivem exatamente esse sentimento. Muitos estão exilados entre a miséria e a criminalidade. Aí, chutam o balde. 

Os problemas existem e não somos loucos de negar, porém, usá-los para advogar em favor das nossas escolhas ruins não é somente fruto da depressão, mas da covardia de segurar a peteca da vida. E nas quebradas, às vezes, o "psicólogo" usa farda e coloca algema. 

Infelizmente, parece que, por atingir os filhos de quem não mora na favela, o desafio da Baleia Azul virou o problema número 1 do país. Mas a Baleia da Favela está matando muito mais e há muito mais tempo. Merece nossa atenção.

Batalha do conhecimento

Neste sábado, no Jornal do Almoço, tem batalha de rap improvisado do quadro Batalha do Conhecimento – da Escola pra Vida. Os combatentes são Nícolas Walter da Silva, do Bairro São José, em Porto Alegre, e André Soares, da Cohab Santa Rita, em Guaíba.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros