Projeto distribui livros em paradas de ônibus da Lomba do Pinheiro - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Para incentivar a leitura24/04/2017 | 11h49Atualizada em 24/04/2017 | 12h00

Projeto distribui livros em paradas de ônibus da Lomba do Pinheiro

Mil títulos foram distribuídos de autores como Dan Brown, Agatha Christie, Mario Quintana, Luis Fernando Verissimo e Danielle Steel

Projeto distribui livros em paradas de ônibus da Lomba do Pinheiro Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Ação foi concentrada na parada 21 da Lomba do Pinheiro Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

O Dia Internacional do Livro, comemorado no domingo, foi lembrado no começo da manhã desta segunda-feira com a distribuição de obras em seis paradas da Estrada João de Oliveira Remião, na Lomba do Pinheiro. O projeto Livro na Lomba, promovido pelo Instituto Popular de Arte-Educação (Ipdae) e que está na sua quinta edição, pretende incentivar a leitura da população que vive nas áreas periféricas e rurais da Capital.

Das 6h e às 9h, a ação se concentrou no terminal da Parada 21, onde circulam moradores dos Bairros Rincão, Belém Velho, Vila Nova, Itapuã, Lami e Chapéu do Sol. Entre os autores dos mil títulos distribuídos estão Dan Brown, Agatha Christie, Mario Quintana, Luis Fernando Verissimo e Danielle Steel.


Segundo a diretora do Ipdae, Fátima Flores Jardim, a ação é focada em quem não tempo de ir até uma biblioteca e dinheiro para comprar um livro.

— São pessoas que saem de casa ainda de madrugada e só voltam à noite e para quem ganha um salário mínimo, pagar R$ 30 por um livro é muita coisa. Sabemos de histórias de pessoas que começaram a ler a partir da ação — afirma.

Leia mais:
Projeto transforma geladeiras em bibliotecas para incentivar a leitura
Conheça 10 bibliotecas para ler e tirar livros de graça em Porto Alegre
Veja dicas para incentivar a leitura em crianças pequenas

A doméstica Neusa Franzen, 55 anos, estava levando o neto Lucas, oito anos, ao dentista quando se deparou com a ação. O menino logo achou um gibi do Aladin enquanto a avó escolheu um livro de poesia, conto e crônica.

— Eu leio principalmente para dar exemplo a ele — afirma. 

Nuesa e o neto Lucas escolheram, cada um, um livro Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS


Leia mais notícias do dia

A estudante Renata Vargas, 17 anos, aproveita as duas horas que passa no ônibus no trajeto de ida e volta entre a Lomba do Pinheiro e o Bairro Partenon, onde trabalha como auxiliar administrativa para ler. Ontem pegou o livro Leite Derramado, do Chico Buarque.

— É a leitura que nos dá conhecimento — avalia ela.

O período em que o operador de turismo Eduardo da Silva, 33 anos, está em deslocamento também é dedicado a leitura:

— Peguei dois romances e o Como lidar com as incertezas. A gente sempre acha um livro que é para gente né, o livro parece que nos chama — considera.

O serralheiro aposentado Ivan Cesar Gonçalves, 53 anos, trouxe sete livros de doação e levou outros sete. Integrante da Biblioteca Comunitária do Bairro Santana levará as obras para lá:

— A gente faz troca, o pessoal vai adorar. Eu gosto de ler principalmente livros de História do Brasil. Gosto de ler em qualquer hora, é uma diversão.

Para ajudar
Interessados em retirar e doar livros podem procurar a biblioteca do Ipdae na Estrada João de Oliveira Remião, 7193, parada 18, na Lomba do Pinheiro. Telefone: 3336 3713.


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros