Câmara aprova parcelamento obrigatório do seguro DPVAT - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Trânsito22/06/2017 | 19h18Atualizada em 22/06/2017 | 19h27

Câmara aprova parcelamento obrigatório do seguro DPVAT

O seguro, que é pago por todos os donos de veículos, indeniza vítimas de acidentes de trânsito em casos de morte e invalidez permanente

Câmara aprova parcelamento obrigatório do seguro DPVAT Lauro Alves/Agencia RBS
Foto: Lauro Alves / Agencia RBS
Agência Câmara

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara aprovou a proposta do deputado Ronaldo Martins (PRB-CE), que torna obrigatório o parcelamento, em no mínimo três prestações mensais e iguais, do Seguro de Danos Causados por Veículos Automotores em Via Terrestre (DPVAT).

Os boletos serão pagos juntamente com as parcelas do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), observado o valor mínimo de
R$ 50 para cada boleto. O parcelamento não será obrigatório se o IPVA for pago em parcela única ou se o veículo for isento do tributo.

O projeto determina ainda que o parcelamento do DPVAT só poderá ser realizado para os pagamentos futuros, sendo vedado para os prêmios vencidos.

Leia mais:
Trecho de 3 km da Avenida Protásio Alves, na Capital, tem mais de 300 buracos
Extintores ABC nos carros podem voltar a ser obrigatórios

Câmara aprova fim de multa para quem esquecer carteira de habilitação

Como tramita em caráter conclusivo e foi aprovado pela última comissão, o projeto de lei (PL 2409/15) será enviado agora ao Senado. A menos que haja recurso aprovado para que o texto seja votado no Plenário da Câmara.

A proposta recebeu parecer favorável do relator na comissão, deputado Lincoln Portela (PRB-MG). A proposta altera a Lei 6.194/74, que criou o Seguro DPVAT. O seguro, que é pago por todos os proprietários de veículos, indeniza vítimas de acidentes de trânsito nos casos de morte e invalidez permanente, além de reembolsar despesas médicas e hospitalares.

Atualmente, uma resolução do Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP), órgão responsável por fixar as diretrizes e normas dos seguros privados, já permite o parcelamento do seguro DPVAT, mas ele é facultativo a cada Estado e limitado ao valor de R$ 70 por boleto.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • diario_gaucho

    diario_gaucho

    Diário Gaúcho#dgajudavocê Três linhas de ônibus de Porto Alegre terão alterações em domingos e feriados https://t.co/M7GWE0nT7V https://t.co/GHYNdCE0Avhá 10 minutosRetweet
  • diario_gaucho

    diario_gaucho

    Diário Gaúchohttps://t.co/NBdLRnID9Fhá 20 minutosRetweet

Mais sobre

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros