Petrobras poderá fazer ajustes diários nos preços da gasolina e do diesel - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu bolso30/06/2017 | 09h46Atualizada em 30/06/2017 | 13h29

Petrobras poderá fazer ajustes diários nos preços da gasolina e do diesel

Estatal mudou novamente a política de preços dos combustíveis

Petrobras poderá fazer ajustes diários nos preços da gasolina e do diesel Germano Rorato/Agencia RBS
Foto: Germano Rorato / Agencia RBS

A Petrobras poderá ajustar todos os dias preços dos combustíveis na refinaria. A estatal está mudando novamente a política de preços de diesel e gasolina. É a segunda alteração desde que Pedro Parente assumiu a presidência. A primeira vez foi em outubro, quando a Petrobras informou que faria a revisão mensalmente. Antes disso, não havia periodicidade determinada, o que gerava críticas sobre as alterações terem motivações políticas, e não econômicas.

Leia mais
Petrobras promete navios com GLP para atender RS durante o inverno

Em comunicado divulgado na manhã desta sexta-feira (30), a estatal informou que a diretoria aprovou a revisão. O objetivo é aumentar a frequência de ajustes nos preços. A partir da próxima segunda-feira (3), os ajustes nos preços poderão ocorrer a qualquer momento, inclusive diariamente.

"Desde que os reajustes acumulados por produto estejam, na média Brasil, dentro de uma faixa determinada (-7% a +7%), respeitando a margem estabelecida pelo Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP). Qualquer alteração fora dessa faixa terá que ser autorizada pelo GEMP", destaca o comunicado da Petrobras. 

Ainda conforme o documento, a diretoria avaliou que os ajustes que vinham sendo praticados não têm sido suficientes para acompanhar a volatilidade do dólar e das cotações de petróleo e derivados. As alterações serão divulgadas sempre pela internet, no site da Petrobras, informou a empresa. 

Diretor-presidente da Rede SIM, de postos de combustível, Neco Argenta considera a medida positiva:

– Entendo que seja melhor para o mercado, uma vez que estamos sempre alinhados com os preços internacionais.

Logo mais, haverá abertura do pregão na Bolsa de Valores de São Paulo e as ações da estatal devem sentir a mudança:

– O petróleo vem em franca tendência de baixa no Exterior. Isso é péssimo para a Petrobras. Tem quem ache que a diferença deveria ser absorvida pelo governo para evitar aumento de impostos – analisa Alexandre Wolwacz, do Grupo L&S.

A Petrobras controla o preço dos combustíveis na refinaria. Os valores cobrados nas distribuidoras e nos postos são definidos pelo mercado.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Siga o Diário Gaúcho no Twitter

  • _TeffyRodrigues

    _TeffyRodrigues

    Teffy Rodrigues 💥RT @Qvs_Chocola10: @_TeffyRodrigues @fernandeslinda_ Diário gaúcho antecipado kkkkkkkhá 2 horas Retweet
  • fernandeslinda_

    fernandeslinda_

    KethRT @Qvs_Chocola10: @_TeffyRodrigues @fernandeslinda_ Diário gaúcho antecipado kkkkkkkhá 2 horas Retweet
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros