Receita Estadual faz blitze para cobrar IPVA em atraso - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Combate à inadimplência20/06/2017 | 15h23Atualizada em 20/06/2017 | 15h23

Receita Estadual faz blitze para cobrar IPVA em atraso

Operação ocorre em Porto Alegre e em outras cidades gaúchas 

Receita Estadual faz blitze para cobrar IPVA em atraso Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Equipes da Receita Estadual fazem blitze ao longo desta terça-feira (20) para cobrar motoristas com IPVA 2017 em atraso. As abordagens são realizadas em Porto Alegre, Canoas, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria, Santo Ângelo, Cruz Alta, Xangri-Lá, Uruguaiana, Bagé, Lajeado, Taquari e Erechim. O objetivo é recuperar R$ 262 milhões em imposto que deixou de ser pago, o que corresponde a 10,7%, de inadimplência.

Leia mais
Pagou, mas ainda não recebeu o documento do IPVA 2017? Saiba o que fazer

Segundo a Receita, 553.732 veículos estão transitando sem o licenciamento obrigatório no Estado, o que corresponde a 14,9% do total de contribuintes.As cidades com os maiores índices de inadimplência são, pela ordem, Chuí (22,3%), Santa Vitória do Palmar (19,45), Capão da Canoa (19,3%), Quaraí (18,9%) e Xangri-Lá (18,1%).

Em Porto Alegre, a blitz está sendo realizada na Avenida Edvaldo Pereira Paiva (Avenida Beira-Rio), no sentido Bairro-Centro. A abordagem conta com auxílio de um novo equipamento de câmera e leitura de placas que registra os veículos antes da passagem pela blitz, transmitindo, caso haja irregularidade, alertas para os fiscais que estão executando a operação. Mais de 86 mil automóveis estão com o IPVA atrasado na Capital, inadimplência que passa dos R$ 50 milhões.

Transitar sem o Certificado de Registro e de Licenciamento de Veículo (CRLV) significa infração gravíssima, com multa de R$ 191,53 e sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Além disso, há custos pelos serviços de guincho e depósito do Detran.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros