Nova contribuição sindical deve ser discutida a partir de agosto - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Reforma trabalhista21/07/2017 | 10h54Atualizada em 21/07/2017 | 10h55

Nova contribuição sindical deve ser discutida a partir de agosto

Temer teria se comprometido com sindicatos a incluir ajustes na nova lei trabalhista.

Secretário-geral da Força Sindical, João Carlos Gonçalves (Juruna) comentou que o presidente Michel Temer se comprometeu em incluir na Medida Provisória com ajustes na nova lei trabalhista um mecanismo alternativo de financiamento sindical, com o fim do imposto obrigatório. A declaração aconteceu após reunião nesta quinta-feira (20) do presidente com as centrais sindicais, no Palácio do Planalto. Os detalhes, conforme Juruna, serão discutidos entre governo, sindicalistas e líderes dos partidos a partir do mês que vem. 

Leia mais sobre a reforma trabalhista
Saiba quais são as novas regras para programas de demissão voluntária
Saiba qual é a nova forma de demissão por justa causa
Veja o que muda para os empregados domésticos

Como a legislação trabalhista sancionada na semana passada pelo presidente só entra em vigor no mês de novembro, até lá, há prazo para este acordo, conforme o sindicalista. 

— O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, e o próprio presidente Temer deixaram claro que eles não querem um sindicato fraco — destacou Juruna.

Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB) e Nova Central Sindical não participaram da reunião.

As informações são do jornal O Globo

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros