Saiba por que é preciso antena UHF e conversor para seguir assistindo aos canais abertos de TV - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

TV Digital14/07/2017 | 07h00Atualizada em 14/07/2017 | 14h49

Saiba por que é preciso antena UHF e conversor para seguir assistindo aos canais abertos de TV

Sinal analógico será desligado no dia 31 de janeiro de 2018. TVs mais antigas precisarão dos equipamentos.

Saiba por que é preciso antena UHF e conversor para seguir assistindo aos canais abertos de TV RBS TV / Reprodução/Reprodução
Foto: RBS TV / Reprodução / Reprodução

Você deve se preparar: em breve, a televisão brasileira não será mais a mesma. E para os gaúchos, essa transformação tem data para iniciar: 31 de janeiro de 2018. É quando a TV Digital, que já pode ser sintonizada, será o único sinal de TV aberta disponível em algumas regiões do Rio Grande do Sul, como a Metropolitana de Porto Alegre, Litoral Norte, Caxias do Sul e Lajeado.

Dali em diante, quem ligar a televisão na Região Metropolitana de Porto Alegre e colocar no canal 12 não vai mais ver nada. É aí que entra a necessidade da antena UHF e do conversor de sinal. A boa notícia é que se pode sintonizar a RBS TV digital em qualquer tipo de TV, não é preciso comprar aparelho novo. Além disso, a recepção por antena é gratuita, sem mensalidade.

— Esses equipamentos serão necessários porque se trata de uma outra tecnologia, com a antena VHF de hoje e sem conversor não vai se pegar nada. A antena UHF vai captar o sinal digital e o conversor vai adaptá-lo para a TV que não tiver essa tecnologia — explica o gerente de engenharia da RBS TV, Emerson Costa.

Sem chuviscos

Quem já possui TVs mais modernas, as fininhas, talvez já tenha um conversor dentro do aparelho. Nesse caso, basta apenas conectar a antena UHF na TV e sintonizar os canais com uma busca automática. Mas para algumas delas, fabricadas antes de 2012, será preciso também o conversor, assim como para as TVs de tubo, mais antigas.

Até dezembro de 2018, mais de 1,3 mil cidades do Brasil terão o sinal analógico de TV desligado. O desligamento está acontecendo em todo o Brasil e é uma determinação do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e da Anatel. O Ministério das Comunicações estabeleceu as datas dos desligamentos do sinal analógico até 2018. A diferença toda é o tipo de transmissão. Na forma digital, não há perda de qualidade. Áudio e vídeo mantêm 100% da qualidade original. Não há chuviscos e interferências na recepção, como no sistema analógico.

Como aproveitar já a TV Digital

1. Verifique se o sinal digital já está disponível na sua cidade. Essa informação pode ser obtida com antenistas, síndicos ou vendedores de lojas de eletrônicos.

2. Disponha de uma antena externa UHF, que é a mais indicada para recepção do sinal digital. Dependendo da região, é possível que consiga receber o sinal usando apenas a antena interna. Caso contrário, você precisará de uma antena externa.

3. Adquira um conversor digital. Caso já tenha TV com conversor embutido, basta ligar o cabo da antena UHF na TV. Para auxiliar você com instalações de aparelhos e adequada sintonização de sinal, a sugestão é que entre em contato com um antenista de sua confiança, em sua região.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros