Criança espera há dois anos por cirurgia, em Alvorada - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu problema é nosso30/08/2017 | 10h31Atualizada em 30/08/2017 | 10h31

Criança espera há dois anos por cirurgia, em Alvorada

Miguel sofre com hipertrofia das amígdalas com hipertrofia das adenoides e precisa da operação para respirar normalmente

Criança espera há dois anos por cirurgia, em Alvorada Arquivo Pessoal / Leitor/DG/Leitor/DG
Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG / Leitor/DG

Em 2015, Miguel Medeiros Rodrigues, agora com seis anos, foi diagnosticado com hipertrofia das amígdalas com hipertrofia das adenoides. O problema provoca severas dificuldades respiratórias no garoto, que mora no bairro Bela Vista, em Alvorada, e faz com que ele dependa de cuidados especiais. 

Leia mais
Cadeirante que precisa de doações provoca corrente de solidariedade
Menino com paralisia precisa de ajuda para fazer tratamento
Depois de três anos, Dmae realiza limpeza de reservatórios na Capital

A mãe de Miguel, Daniele Ribeiro Medeiros, 25 anos, deixou o emprego de caixa operadora para cuidar do garoto. Porém, a situação poderia estar resolvida se Miguel já tivesse realizado uma cirurgia pela qual aguarda há dois anos. 

Nunca foi chamado 

O pedido para que a operação fosse feita ¿ com urgência¿ foi encaminhado em maio de 2015, durante uma consulta na rede pública de Alvorada. 

Porém, segundo a mãe, o tempo passou, e Miguel nunca foi chamado. Cansada de esperar, ela foi buscar informações sobre o caso no início deste ano e conseguiu marcar uma reavaliação para o garoto — que ocorreu em julho. 

Na reavaliação, foi constatado que Miguel havia piorado, sofrendo com problemas causados pela doença respiratória, como ronco noturno, hipopneia do sono — uma redução de 30% a 50% do fluxo de ar através do nariz ou da boca — e obstrução nasal crônica, que não melhora nem com o uso de medicamentos. 

Laudo mostra que desde 2015 Miguel deveria fazer cirurgia Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

"Será tão difícil?" 

— A médica nos disse que ele precisa mesmo da cirurgia. Os remédios já não estão adiantando mais — relata a mãe. 

Daniele conta que acompanha frequentemente no site do SUS o processo de encaminhamento da cirurgia do filho, e não há um prazo para que o procedimento seja realizado. 

Leia outras reportagens da seção Seu Problema é Nosso

— No sistema, aparece que ele tem que esperar no mínimo mais 190 dias, mas nós já esperamos por dois anos. Será que é tão difícil fazer essa cirurgia? — questiona a mãe, indignada. 

Consulta deve ocorrer em outubro 

A assessoria de imprensa da prefeitura de Alvorada explicou que Miguel foi incluído no sistema de consultas do Estado em 10 de julho deste ano. Ainda segundo a assessoria, o status da consulta no sistema segue como "solicitada", aguardando a liberação da agenda pela Secretaria Estadual de Saúde (SES). 

Procurada, a assessoria da SES confirmou a informação de que Miguel está cadastrado para consulta com otorrino pediátrico, e o atendimento deve ser marcado para outubro. 

Tentativa 

A prefeitura de Alvorada explicou que o local da consulta será definido pelo regulador do Estado. Assim que o município de Alvorada receber o agendamento, será feito um contato com a família. A assessoria afirmou que o médico regulador de Alvorada entrou em contato com a SES para tentar agilizar o atendimento, o que não ocorreu. 

*Produção: Alberi Neto

 Leia outras reportagens da seção Seu Problema é Nosso


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros