Depois de três anos, Dmae realiza limpeza de reservatórios em bairro de Porto Alegre - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu problema é nosso25/08/2017 | 10h26Atualizada em 25/08/2017 | 10h26

Depois de três anos, Dmae realiza limpeza de reservatórios em bairro de Porto Alegre

A limpeza ocorreu depois de a história ter sido mostrada na edição do Diário Gaúcho de 15 de agosto

Depois de três anos, Dmae realiza limpeza de reservatórios em bairro de Porto Alegre Luciano Vitorino / Divulgação/Divulgação
Foto: Luciano Vitorino / Divulgação / Divulgação

Os moradores da Vila Altos da Colina, na Zona Leste da Capital, estão mais tranquilos quanto à água que sai das suas torneiras. Isso porque o Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) realizou a limpeza dos reservatórios que abastecem as mais de 130 famílias que vivem no local.

Leia mais
 Cadeirante de Porto Alegre luta por cadeira de rodas há um ano
Imposto anual do cemitério de Alvorada tem aumento de 283%
Morador de Esteio espera há dois anos por avaliação para cirurgia

A limpeza ocorreu depois de a história ter sido mostrada na edição do Diário Gaúcho de 15 de agosto. As caixas- d¿água foram instaladas no local três anos atrás, com o propósito de ajudar as famílias que vivem no bairro — uma área irregular e de risco (onde passam redes de alta tensão). Antes da existência dos reservatórios, os moradores precisavam descer o morro onde fica a Vila para pedir água para vizinhos. 

Limo e sujeira 

Depois de instaladas pelo Dmae, as caixas nunca foram limpas Foto: Arquivo Pessoal / Leitor/DG

Porém, depois de instaladas, as caixas nunca passaram por uma limpeza. Ao longo dos três anos, limo e sujeira se acumularam no local. Alguns moradores relataram terem passado mal após consumir água da torneira. 

Esse problema atingiu também o vice- presidente da Associação de Moradores da Vila Altos da Colina, o vigilante Fabiano Vargas Vieira, 39 anos. Na época da primeira reportagem, ele contou que precisou levar o filho de cinco anos ao hospital mais de uma vez em função de problemas estomacais causados pela ingestão de água da torneira. 

População reforçou pedido à prefeitura 

Quando procurada para responder sobre a limpeza do local, a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb) informou que, por ser uma área irregular, a Vila Altos da Colina não poderia receber investimentos públicos. Porém, dois dias depois da publicação, na quinta- feira passada, a limpeza foi realizada. 

Leia outras reportagens da seção Seu Problema é Nosso

Procurada, a SMSUrb disse que a mudança de ideia deveu-se a um pedido formal feito pela comunidade durante reunião do Fórum Regional do Orçamento Participativo Leste (FROP). Esse pedido foi reforçado pelo vereador Roberto Robaina à Secretaria, que decidiu limpar os reservatórios. 

*Produção: Alberi Neto


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros