Manoel Soares fala sobre a mãe, que foi vítima de violência doméstica - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Papo reto19/08/2017 | 08h00Atualizada em 19/08/2017 | 08h00

Manoel Soares fala sobre a mãe, que foi vítima de violência doméstica

"Me protegeu da bestialidade de uma era em que homens quebravam ossos de mulheres e filhos, sem que a Justiça tomasse providência"

Manoel Soares fala sobre a mãe, que foi vítima de violência doméstica  /
Foto: /

Eu era uma criança bocuda. Um dia, no almoço fiquei enchendo o saco, querendo comer todo peixe que havia na mesa. Meu pai, capoeirista profissional, decidiu que eu iria comer até as espinhas do peixe para deixar de ser pidão. Minha mãe, depois de tentar diálogo sem sucesso, teve que sair no braço com ele. 

Apesar de ser pequeno na época, me lembro do combate, que, para mim, foi épico. Ela rugia como uma matriarca felina e ele, com seus quase 2m, investia golpes e socos. Ela, mesmo sendo 30% mais fraca, resistia e me blindava. 

Leia outras colunas de Manoel Soares

Depois do episódio do peixe, meu pai passou a bater muito mais em minha mãe, mas passou a pensar duas vezes em bater em nós. Acho que porque entendeu que poderia acordar um lado de minha mãe que ele, mesmo com toda a sua força, não seria capaz de segurar.

Quando digo que minha mãe é minha fortaleza, é porque de fato ela foi e é. Me protegeu da bestialidade de uma era em que homens quebravam ossos de mulheres e filhos, sem que a Justiça tomasse providência. 

Sei que ainda hoje muitas mães defendem seus filhos como leoas. Elas sangram e choram todos os dias, mas não cedem, não desistem, ficam firmes. Quando a lei e a Justiça falham, só restam as mães. 


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros