Saiba como usar a orientação vocacional a seu favor e aumente as chances de escolher o curso certo - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Carreira28/08/2017 | 20h00Atualizada em 28/08/2017 | 20h00

Saiba como usar a orientação vocacional a seu favor e aumente as chances de escolher o curso certo

Para ter mais chance de acertar na escolha da profissão, avaliação é um trunfo. Veja locais para fazer o teste vocacional

Saiba como usar a orientação vocacional a seu favor e aumente as chances de escolher o curso certo Bruno Alencastro / Agência RBS/Agência RBS
Vitória fez a orientação, mas ainda não bateu o martelo Foto: Bruno Alencastro / Agência RBS / Agência RBS

Um em cada cinco estudantes do Ensino Superior desiste do curso antes de pegar o diploma, conforme o Ministério da Educação, o que joga luz sobre a necessidade de refletir sobre as escolhas antes mesmo de encarar vestibular ou Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Excluindo-se as razões financeiras, a falta de identificação do aluno com o curso escolhido é apontada por consultores de carreira e pedagogos como principal causa de abandono.

— Muitas vezes, a decisão do curso ocorre apenas nas vésperas da inscrição para o vestibular, enquanto, na realidade, deveria ser um processo ao longo de todo Ensino Médio — afirma Alyane Silveira, psicóloga responsável pelos atendimentos no Programa de Apoio Psicológico e Organizacional da ESPM-Sul.

Leia mais
Conheça a carreira de estatístico, eleita a mais próspera dos EUA e em crescimento no Brasil
Saiba quais são as 10 carreiras mais promissoras e qual a formação necessária para buscar sua vaga

A orientação vocacional surge como uma importante ferramenta para orientar aqueles que ainda estão na dúvida quanto à faculdade e à carreira. O processo avalia as preferências e habilidades do candidato e também detalha melhor cada carreira que esteja (ou não) no radar.

Marco Teixeira, coordenador do Serviço de Orientação Profissional da UFRGS, explica que o trabalho, em sua concepção mais analítica, não se baseia na aplicação de testes, mas em atividades e dinâmicas que buscam levar à reflexão sobre si mesmo.

— Para quem não tem muita ideia de qual carreira seguir, a orientação vocacional é muito bem-vinda, para evitar que os jovens escolham o curso de maneira aleatória e venham a se arrepender depois — afirma.

Interesse

Em geral, a orientação (chamada por alguns, de forma mais simples, de teste vocacional) é oferecida em universidades e clínicas especializadas no tema de carreira e costuma ser cobrada. O momento ideal para fazer é no segundo ou terceiro anos do Ensino Médio — de preferência, no segundo, para não pesar na agenda de estudos para o vestibular. São feitas por psicólogos ou psicopedagogos especializados em orientação profissional. Eles serão capazes de interpretar os resultados e contribuir para que os estudantes descubram os próprios interesses. O resultado mostra as áreas de atuação com maior afinidade.

— Muitos jovens confundem o gosto por atividades de lazer com ideal de carreira. Por exemplo: gosta de viajar, então, pretende seguir a carreira de turismólogo, e isso induz muitos à escolha equivocada do curso — explica Cristiane Gaiger Ferreira, proprietária da Idea, consultoria de Porto Alegre que trabalha com orientação vocacional.

Em média, seis em cada dez jovens que procuram o serviço saem decididos a fazer outro curso, diz Cristiane, que não aquele que desejavam anteriormente. Além de indicar a faculdade, o serviço aponta também quais caminhos seguir após entrar no curso, o que é considerado importante para o estudante saber, desde o início, quais estágios procurar e de quais professores se aproximar em busca de tutoria.

Apoio para ajudar na escolha

Vitória Soares, 17 anos, procurou apoio no ano passado para definir melhor qual curso faria em sua primeira faculdade. Depois de alguns encontros, ficou claro que as profissões com as quais se identificava estavam na área das Humanas: História, Serviço Social, Ciências Sociais e Relações Internacionais. Psicologia, sua escolha número 1 até então, acabou saindo da lista. A consultoria também despertou sua curiosidade para Comunicação Social, embora não coloque esta como uma opção no momento. Por outro lado, Vitória afirma que ainda não bateu o martelo, pois sentiu falta de uma profundidade maior na orientação quanto às características de cada área de formação:

— A orientação me ajudou a olhar com mais simpatia alguns cursos, mas não necessariamente entender as áreas de trabalho.

Na UFRGS, o serviço é gratuito, mas, em razão da alta procura, os atendimentos individuais estão fechados para novos pedidos. Na PUCRS e na Unisinos, o serviço é pago. Há ainda sites que oferecem testes on-line gratuitos — na avaliação de consultores, podem servir apenas como referência, mas jamais serem determinantes para a decisão do estudante, uma vez que apresentam perguntas e respostas predeterminadas e desconsideram aspectos pessoais do candidato.

Onde buscar orientação

PUCRS
- Serviço de Atendimento e Pesquisa em Psicologia (SAPP) do curso de Psicologia da PUCRS oferece orientação vocacional para a comunidade. O atendimento é pago e pode haver lista de espera.
- Onde: Prédio 11 da PUCRS, 2º andar, sala 209
- Quanto: orientação individual custa R$ 100, com direito a três atendimentos. Em grupo, R$ 50, com direto a seis atendimentos./// Como marcar: 3320-3561 ou pelo e-mail sapp@pucrs.br.
- Mais informações neste site.

Unisinos
- Disponibiliza o serviço de orientação profissional direcionado aos estudantes prestes a ingressar no Ensino Superior que estão em dúvida sobre a área profissional que gostariam de atuar.
- Onde: nos campi de São Leopoldo e Porto Alegre, na unidade de Atendimento Presencial.
- Quanto: R$ 134 (inclui de dois a cinco encontros e alunos têm 50% de desconto)./// Como marcar: 3591 1122, ramais 4108 e 4110, ou pelo e-mail pgcarreira@unisinos.br.
- Mais informações neste link

UFRGS
- O Serviço de Orientação Profissional (SOP) oferece gratuitamente orientação profissional e aconselhamento de carreira para jovens que estão em dúvida quanto ao futuro profissional e adultos em transição de carreira. Porém, a modalidade individual está lotada momentaneamente, sem receber novos candidatos.

Guia da Carreira
- Em 15 perguntas, aponta qual profissão mais combina mais com o candidato.
- Acesse este site.

Teste Vocacional Online
- O candidato responde a dezenas de perguntas e, ao final, o site gera uma lista com grupos de profissões e grau de afinidade da pessoa com cada uma delas.
- Acesse este site.

Mundo Vestibular
- Inclui perguntas que vão além das habilidades e gostos do candidato, como o significado de ter uma carreira, como se reage a um imprevisto e como se relaciona com desconhecidos.
- Neste site

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros