Manoel Soares reconhece: "Sou femininista" - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Papo Reto23/09/2017 | 08h00Atualizada em 23/09/2017 | 08h00

Manoel Soares reconhece: "Sou femininista"

O colunista escreve sobre o sofrimento das mulheres na periferia 

Manoel Soares reconhece: "Sou femininista"  /
Foto: /

Tem um tema que está silenciosamente sacudindo as paredes dos barracos na quebrada: estou falando do feminismo. Tocar no poder que o homem tem na sociedade causa grunhidos nos machões, que acreditam que o feminismo é para enfraquecer o poder masculino. 

Mal sabem eles que o o contrário de feminismo não é machismo, mas desumanidade. As bruxas queimadas no século 15 e as mulheres que apanham e que são mortas pelos maridos hoje têm o mesmo diagnóstico: misoginia. Uma palavra que parece estranha, mas que nada mais é que ódio às mulheres. 

Leia mais colunas de Manoel Soares

O mais absurdo é que, geralmente, quem alega gostar de mulher é que manifesta o ódio por elas. Toda a sociedade está falando dessa parada, mas quando chega nas ruas de terra parece que fica mais complicado. Os homens das favelas, por conta da exclusão social, vivem em uma situação de fragilidade. Na maioria das vezes, acreditam que podem ser tiranos e dominadores em casa para exorcizar os seus demônios. Quem sofre com isso são suas mulheres que, além de serem vítimas das diversas violências, assistem e, às vezes, compactuam com seus filhos sendo criados no mesmo sistema. 

Ser feminista é a única saída para interromper essa lógica que traumatiza e mata famílias inteiras. Sou homem e estou me esforçando para ser feminista.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros