Confira dicas para organizar as finanças para os reajustes na mensalidade escolar - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Seu bolso03/10/2017 | 18h22

Confira dicas para organizar as finanças para os reajustes na mensalidade escolar

Confira dicas para encarar o aumento

Confira dicas para organizar as finanças para os reajustes na mensalidade escolar Porthus Junior/Agencia RBS
Foto: Porthus Junior / Agencia RBS

O reajuste nas mensalidades das escolas privadas deve ser divulgado nas próximas semanas. A expectativa do Sindicato do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinepe-RS), que representa os estabelecimentos, é de que, por causa do recuo da inflação, o percentual de reajuste seja menor do que o aplicado em 2017, que foi de 11,5%. 

Leia mais
Tem filho em escola particular? Confira os seus direitos
Ministro da Educação defende direito de trabalhador usar FGTS para quitar Fies
Boas Práticas: conheça projetos que promovem a educação ambiental

Mas qualquer aumento é importante no cenário de crise financeira que o país enfrenta. Por isso, para fazer este valor a mais entrar no seu orçamento, confira as dicas elaboradas pelo doutor em Educação Financeira e presidente da Dsop Educação Financeira Reinaldo Domingos:

1. Situação financeira da família

  • É importante que a família faça um diagnóstico financeiro para saber em qual situação se encontra. 
  • Se for de endividamento ou inadimplência, é hora de rever todos os gastos para priorizar a continuidade dos filhos na escola.
  • É preciso também traçar um planejamento financeiro para 2018, considerando o valor reajustado da matrícula.

2. Desejo da criança

  • É importante sentar e conversar com as crianças e jovens para saber se gostam da escola atual e se querem continuar. 
  • Uma mudança indesejada para tentar economizar pode comprometer até mesmo o rendimento escolar, já que teriam que se readaptar a um novo ambiente e novas pessoas.

3. Gastos adicionais

  • Nesse processo de planejamento para 2018, é importante considerar despesas intrínsecas à rotina escolar, como uniforme, lanche, material, eventuais passeios, transporte etc. 

4. Negociação com a escola

  • Se preciso, é recomendável marcar uma reunião com o diretor, explicando a situação e ajustando o que pode ser feito para viabilizar a permanência.
  • Muitas vezes, se perde oportunidades por falta de tentativa. 
  • Pode-se obter, por exemplo, uma bolsa, um desconto, mesmo que temporário, uma isenção da matrícula ou mesmo uma condição especial para pagar as mensalidades.

5. Diferenciais no ensino

  • Considere os diferenciais que a escola oferece para a educação dos seus filhos.
  • Um exemplo recente é a educação financeira em sala de aula, considerada o melhor caminho de um comportamento sustentável em relação às finanças.
 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros