Magali Moraes e as pequenas vitórias do dia a dia - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Coluna da Maga27/10/2017 | 10h00Atualizada em 27/10/2017 | 10h00

Magali Moraes e as pequenas vitórias do dia a dia

Magali Moraes e as pequenas vitórias do dia a dia Miguel Neves/Divulgação
Foto: Miguel Neves / Divulgação

O que você prefere? Uma grande vitória sabe-se lá quando ou pequenas celebrações que acontecem mais seguido? Na verdade, nem precisa escolher entre uma coisa e outra. É só enxergar nas vitórias menores a grandiosidade que elas podem ter. Quanto maior a conquista, maior a comemoração. E quem não gosta de soltar foguetes? Mas se a gente olhar com atenção pro dia a dia, vai encontrar mais motivos pra comemorar. 

De onde vem essa mania de só valorizar aquilo que é difícil de conseguir? Pense nas tantas histórias que crescemos ouvindo sobre o mocinho que sofre, luta, quase desiste, passa por mil perrengues até conquistar o final feliz. Se esse personagem não enfrentar muitos obstáculos em busca do seu grande objetivo, parece que nada valeu a pena. A isso chamamos de Jornada do Herói, uma fórmula bastante usada em novelas, filmes e livros que traça sempre o mesmo caminho tortuoso para se atingir uma conquista. 

Leia outras colunas da Maga

Sofrência

Entendeu por que a gente não consegue ver graça nas pequenas conquistas do dia a dia? Não fomos treinados pra isso. Um herói que se preza precisa seguir um duro percurso até poder comemorar algo. A sofrência faz parte do pacote. Perceber essa lavagem cerebral por trás das narrativas de sucesso é tirar a pressão das grandes vitórias e descobrir novas possibilidades de conquistas. Pequeninhas, médias, minúsculas. Prazerosas e reconfortantes.

E que vitórias são essas, que não interessam pra um herói clássico mas podem melhorar o nosso dia? Receber um elogio inesperado. O ônibus passar vazio quando se tem pressa. Um colega de trabalho oferecer ajuda. Chegar na padaria bem na hora que o pão quentinho saiu do forno. Ser avisado de que a carteira de identidade caiu no chão. A lista é grande. O dia a dia nos dá diversas oportunidades de comemorar. Fora dos contos de fada, lendas e mitos, cada um de nós é o herói da própria vida. Bora lá viver mais vitórias ao longo do caminho?     


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros