PIS/Pasep 2015: R$ 60 milhões não foram sacados pelos gaúchos - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Já viu se você tem direito?26/10/2017 | 11h37

PIS/Pasep 2015: R$ 60 milhões não foram sacados pelos gaúchos

Prazo para saque termina no dia 28 de dezembro, sem prorrogação

PIS/Pasep 2015: R$ 60 milhões não foram sacados pelos gaúchos Gilmar de Souza/Agencia RBS
Foto: Gilmar de Souza / Agencia RBS

Pouco mais de 89 mil trabalhadores no Rio Grande do Sul ainda não colocaram a mão no PIS/Pasep Ano-Base 2015. O governo federal está alertando que os valores precisam ser sacados até 28 de dezembro deste ano. Não haverá nova prorrogação.

Em todo o Brasil, segundo o Ministério do Trabalho, mais de R$ 1 bilhão referentes ao abono ano-base 2015 ainda não foram sacados. Somente no Rio Grande do Sul, esse valor é de cerca de R$ 60 milhões até o dia 31 de agosto de 2017.

Leia mais
Consulta ao abono salarial do Pis/Pasep 2015 pode ser feita por aplicativo e pela internet
Prazo para retirar PIS/Pasep 2015 é prorrogado para 28 de dezembro
Terceira fase de pagamento do PIS/Pasep 2016 ocorre até 29 de junho de 2018

Para conferir se tem valores a receber

É preciso ficar atento às regras para ter direito ao recurso. Tem dinheiro a receber quem trabalhou formalmente, com carteira de trabalho assinada, por, pelo menos, 30 dias em 2015 com remuneração média de até dois salários mínimos no período trabalhado. Além disso, o trabalhador tinha de estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos. Seus dados precisavam estar informados, pelo empregador, na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). 

A consulta pode ser feita diretamente no site do Ministério do Trabalho, neste link. É necessário ter em mãos o número do PIS ou do CPF e informar a data de nascimento. Também é possível conferir nas agências bancárias. Trabalhadores da iniciativa privada recebem na Caixa Federal, e servidores públicos, no Banco do Brasil. 

Como sacar

O valor do abono é proporcional ao tempo que a pessoa trabalhou com carteira assinada em 2015. Se ela trabalhou, por exemplo, durante os 12 meses de 2015, vai receber o valor integral do benefício, que é de um salário mínimo (R$ 937). Se trabalhou por apenas um mês, vai receber o equivalente a 1/12 do salário (R$ 78) e assim sucessivamente. 

O trabalhador que tem o Cartão Cidadão e a senha cadastrada pode sacar o abono do PIS nos terminais de autoatendimento da Caixa ou casas lotéricas. Caso não tenha o cartão, ele pode receber o valor em qualquer agência da Caixa, mediante apresentação de documento de identificação.

Os servidores públicos que têm direito ao Pasep precisam verificar se houve depósito em conta. Caso isso não tenha ocorrido, devem procurar uma agência do Banco do Brasil e apresentar um documento de identificação.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros