'Up' da vida real: britânico voa com balões - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Nas alturas26/10/2017 | 16h02Atualizada em 26/10/2017 | 16h02

'Up' da vida real: britânico voa com balões

Depois de dois dias enchendo os balões, ele atingiu quase 2,5 mil metros de altitude

'Up' da vida real: britânico voa com balões THE ADVENTURISTS / Divulgação/Divulgação
Morgan voou cerca de 25 quilômetros desse jeito inusitado Foto: THE ADVENTURISTS / Divulgação / Divulgação

O britânico Tom Morgan, viu as paisagens da África do Sul de uma maneira bem diferente: pendurado por 100 balões enchidos com gás hélio. A cena lembra o filme de animação dos estúdios Pixar, 'Up- Altas Aventuras', no qual os personagens viajam numa casa que voa por causa de diversas bexigas.

Morgan precisou de dois dias para encher todos os balões. Ele atingiu quase 2,5 mil metros de altitude e voou cerca de 25 quilômetros desse jeito inusitado. Para pousar sã e salvo, ele teve que estourar as bexigas aos poucos.

— O problema foi encontrar um bom momento do clima e foi difícil proteger os balões pois eles estouravam — disse o britânico à emissora de televisão BBC.

A ideia inicial era fazer a viagem em Botswana, que também fica localizada no sul do continente africano, mas a bexigas não duravam muito tempo e Morgan teve que mudar o projeto para a África do Sul.

Não tente isso em casa

O Padre do Balão levantou voo com cerca de mil balões Foto: Reprodução / Reprodução

Em 2008, tivemos um caso trágico no Brasil. Adelir Antônio de Carli, conhecido como o Padre do Balão, levantou voo com cerca de mil balões de festa no 20 de abril, em Paranguá, no Paraná. O destino era Dourados, no Mato Grosso do Sul.

Infelizmente, por causa condições climáticas desfavoráveis, o final não foi feliz como o do cinema e de Morgan. O padre se perdeu da rota e desapareceu. Seus restos mortais foram encontrados apenas em 3 de julho daquele ano.

Leia outras notícias do Diário Gaúcho  


 

Vídeos recomendados para você

 
 
 

Mais sobre

Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros