Black Friday: TVs e celulares são os itens mais procurados nas lojas da Capital - Notícias - No Diário Gaúcho você encontra notícias do RS, informações de utilidade pública, muito entretenimento, além de conteúdos esportivos e jornalismo policial.

Versão mobile

Dia de compras24/11/2017 | 14h46Atualizada em 24/11/2017 | 14h46

Black Friday: TVs e celulares são os itens mais procurados nas lojas da Capital

Itens mais baratos também fizeram sucesso entre os consumidores

Black Friday: TVs e celulares são os itens mais procurados nas lojas da Capital Ronaldo Bernardi/Agencia RBS
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

O Centro de Porto Alegre acordou cedo para a Black Friday. Desde as 7h, o comércio nas áreas de maior circulação ergueu as portas já produzido para o dia de ofertas, nesta sexta-feira (24): lonas pretas nas fachadas, balões coloridos e cartazes gigantes anunciando descontos. Só quem demorou a aparecer foram os clientes.

Leia mais
Black Friday deve elevar vendas em 20% este ano, diz presidente da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo
Recebeu promoção da Black Friday por e-mail? 10 dicas para evitar problemas
8 sites para monitorar preços na Black Friday

Diferentemente do ano passado, quando algumas filas se formaram diante de lojas de eletrodomésticos e eletrônicos, neste ano, os consumidores foram chegando aos poucos, comparando preços com cautela e deixando pra fechar o negócio ao longo do dia. Só na metade da manhã, conforme as pessoas tomavam o rumo do seu trabalho, as lojas realmente começaram a lotar.

– Aproveitamos pra comprar um monte de coisas que estávamos precisando antes de começar no serviço – diz a analista contábil Andreia Rauber, 39 anos.

 PORTO ALEGRE, RS, BRASIL, 24-11-2017. Dia de Black Friday no comércio em Porto Alegre.Andreia Rauber (39 anos) e Gisele Souza (34) (carregando várias sacolas das Americanas) (RONALDO BERNARDI/AGÊNCIA RBS)
Andreia (D) e Gissele se jogaram nos materiais de higiene e limpezaFoto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Ela levava sacolas abarrotadas de itens de higiene e limpeza que estavam em promoção em uma loja na Rua Doutor Flores. Ao lado da colega Gissele Souza, calculava ter gasto R$ 435.

Valeu a pena

black friday em porto alegre
Bruno Marcelo diz que economizou R$ 600Foto: Ronaldo Bernardi / Agência RBS

Quem vinha pesquisando preços há mais tempo não teve muitas dúvidas. Bruno Marcelo, 20 anos, saiu de casa às 5h para tomar um ônibus até o Centro e comprar sua Smart TV de 32 polegadas. A oferta era boa, garante: de R$ 1.699, havia baixado para R$ 1.099.

– Venho guardando dinheiro há três meses pra comprar essa TV, e o preço realmente é bem mais baixo do que todos que tinha visto desde então – disse ele.

As TVs, ao lado de smartphones, estiveram entre os itens mais procurados no comércio, conforme os lojistas. Além da antiga paixonite do brasileiro pelas telas, outro fator colabora: a proximidade do início do desligamento do sinal analógico, em janeiro de 2018, que deixará sem transmissão quem não tiver uma TV com conversor digital. 

– Esperamos vender pelo menos 100 unidades ao longo do dia – projetava Ricardo Silva Couto, vendedor da Colombo na Avenida Azenha.

Crescimento de vendas

Mas não apenas de grandes negócios foi feita a Black Friday. O chamariz de muitas lojas foram itens simples como cafeteiras, batedeiras, panelas e secadores de cabelos. Para a pensionista Carmem Silva, 61 anos, foi a chance de finalmente achar um preço melhor para um forno elétrico que namorava há semanas. 

Black friday em Porto Alegre.
Carmem Silva (D) garantiu seu forno elétricoFoto: Ronaldo Bernardi / Agência RBS

– Paguei R$ 199 por um forno que cheguei a ver por R$ 400. Final de semana tem carne assada pra toda família lá em casa – brincou.

A diversidade de lojas que aderiram à data e o interesse da população em buscar descontos em meio à crise econômica devem viabilizar o volume de vendas projetado pelo Sindilojas de crescer 9% em relação à data no ano passado, explica Paulo Kruse, presidente da entidade:

– Até o início da tarde, os relatos dos lojistas estavam sendo bem positivos. O comércio de rua teve bom movimento durante o dia, e os shoppings possivelmente lotarão no final de tarde, trazendo bons negócios a vários perfis de lojas.

 

Vídeos recomendados para você

 
 
 
Diário Gaúcho
Busca
clicRBS
Nova busca - outros